Carla & Leonel

Carla & Leonel

Aldeia Histórica – Marialva

Marialva foi erguida numa zona montanhosa e granítica de topografia algo difícil e irregular, rodeada de outeiros que descem até à margem esquerda da ribeira de Marialva.

A aldeia dista 7 Km da sede do concelho da Mêda e é constituída por três núcleos distintos: a cidadela ou Vila no interior do castelo, agora despovoada, o Arrabalde, que prolonga a vila para além da zona amuralhada, e a Devesa, situada a sul da cidadela, que se estende pela planície até à ribeira de Marialva, assentando sobre a antiga cidade romana.

A sua economia baseia-se principalmente na atividade agrícola, tendo como principais produtos a batata, os cereais, o vinho e o azeite.

Marialva foi em tempos povoada pelos Aravos, povo lusitano, posteriormente foi conquistada pelos romanos, aos quais se seguiram os árabes, até à vitória final de D. Fernando Magno, em 1063.

Em 1179 recebeu a carta de foral de D. Afonso Henriques. No ano de 1200 o castelo foi mandado reconstruir e restaurar por D. Sancho I tendo sido posteriormente ampliado por ordem do rei D. Dinis.

As ruas da aldeia conduzem à cidadela que está cercada pelas muralhas. No interior das mesmas, destacam-se a Praça, o Pelourinho, o edifício da antiga Casa da Câmara, o tribunal e cadeia do séc. XVII. Mais à frente situa-se a torre de menagem, a Igreja de Santiago e a Capela do Senhor dos Passos.

 

Para Ver

Castelo de Marialva

A história do Castelo de Marialva parece remontar ao séc. XI, altura em que o local foi conquistado por D. Fernando, O Magno, na Conquista das Beiras.
Posteriormente, foi reconstruído por D. Sancho I, acabando por sofrer novos assaltos muçulmanas e, novamente, por D. Dinis em 1295.
É reconhecida a sua posição geoestratégica no contexto da reconquista cristã e, posteriormente, na consolidação da autonomia nacional face a Castela.

 

As Portas de Entrada

Existem várias Portas de acesso à muralha como, a Porta do Anjo da Guarda em arco quebrado encimada por abóbada de berço quebrado, a Porta do Monte ou Porta da Forca em arco quebrado pelo interior e arco-pleno pelo exterior, encimada por abóbada de berço quebrado, e a Porta de Santa Maria em arco-pleno encimada por abóbada de berço.

 

As Torres

A Torre do Relógio apresenta três pavimentos, abrindo-se duas portas e uma janela no segundo. É coroada com ameias em forma de pentágono. A Torre dos Namorados ou Torre da Relação é o local onde existe um poço-cisterna com formato circular.

A Torre de Menagem domina toda a estrutura defensiva e a povoação. Apresenta planta em formato trapezoidal, coroada por ameias, era o local onde antigamente se acolhiam os visitantes ilustres e servia de local de vigia, remontando ao século XIII.

 

A Cisterna

A Cisterna construída em tijolo forrado de argamassa, remonta ao século XVI e encontra-se atualmente em ruínas.

 

Antiga Casa da Câmara, Tribunal e Cadeia

Estes edifícios, possivelmente remontam ao século XVII e terão funcionado como escola nos séculos XIX e XX. Apresenta planta retangular irregular e dois pavimentos, com dois compartimentos interiores cada. Na fachada principal surge o corpo da sineta e uma escada de acesso ao segundo piso. Possui ainda um escudo com as Armas de Portugal.

 

Pelourinho

O Pelourinho, provavelmente, do século XVI com características manuelinas, ergue-se num plano ligeiramente inclinado e está assente em quatro degraus de forma octogonal. A coluna é de fuste liso e rematada por um capitel em forma de pirâmide invertida, também de secção octogonal. O conjunto é coroado com outra pirâmide octogonal com uma esfera esguia no topo e que é separada da pirâmide inferior por uma pequena coluna central fina e apoios de ferro.

 

Igreja da Misericórdia ou Igreja do Senhor dos Passos

Monumento do século XVII em estilo maneirista de inspiração clássica apresenta um púlpito no seu exterior. Tem planta retangular simples e um portal de linhas retas na fachada principal, rematado por um frontão em que se insere um nicho com abóbada de concha e volutas laterais. No interior encontra-se um retábulo em talha dourada e policromada que deverá ter sido introduzido no século XVIII.

 

Igreja de Santiago 

Esta igreja foi edificada em 1585 e apresenta características manuelinas e barrocas. É constituída por uma nave retangular única de cobertura em abóbada de berço, uma capela-mor totalmente revestida a talha sem pintura e sacristia anexada. A fachada principal é composta por um portal em arco pleno com remate de linhas entrelaçadas e com moldura em conjunto de duas arquivoltas que se prolongam para as laterais da entrada em dois colunelos.

 

Capela Nossa Senhora de Lourdes

Situada fora das muralhas, trata-se de um templo que antigamente era de São João Batista, edificado no século XVII. Por detrás encontram-se vestígios de sepulturas antropomóficas.

Para além deste, existem outros pontos de interesse fora das muralhas como, a Igreja de São Pedro datada do século XVI, a Capela de Santa Bárbara, a Casa do Leão, a Casa das Freiras, o Solar dos Marqueses de Marialva, e a Fonte de Mergulho.

 

Para Comer

Pé de Cabra

Denominado de Mercearia Moderna, o Pé de Cabra, é um espaço singular, repleto de lembranças de outros tempos que nos rementem para as casas das nossas avós.

O local é de pequenas dimensões, mas inclui uma pequena mercearia com venda de produtos locais e produtos a granel. A vista é para a lindíssima Aldeia Histórica de Marialva.

Ler Mais >

 

Para Ficar

Quinta do Nobre

É na zona mais baixa de Marialva que se localiza a Quinta do Nobre, um espaço que apela ao sentimento de “estar em pleno”. É um Alojamento Rural repleto de charme e personalidade, que oferece espaços interiores e exteriores para uma experiência verdadeiramente tranquila.

Ler Mais >

Share this post

Sobre

Olá, somos a Carla, o Leonel, a Sofia, a Francisca, e adorámos partir à descoberta do mundo juntos!

Aqui, partilhámos os vários destinos que já visitamos, os hotéis onde ficamos hospedados e os restaurantes que experimentámos. Queremos inspirar quem nos visita, a viajar e a experimentar, pois consideramos que a vida é uma soma de experiências e uma constante procura. Nesta procura, buscamos locais, espaços, gastronomia, cultura, pessoas e, acima de tudo, a felicidade que é poder conhecer, valorizar e preservar o mundo maravilhoso que temos.

Artigos Recentes

Like Us on Facebook

Follow us on Instagram