Carla & Leonel

Carla & Leonel

Aldeias do Xisto – Sobral de São Miguel, Aldeia das Dez, Vila Cova de Alva, Benfeita e Fajão

#Continuandoàprocura de emoções feitas de história, religião, arquitetura, gastronomia, ecologia e cultura, o património das Aldeias de Xisto, proporciona-nos tudo isto.

O projeto Aldeias de Xisto partiu da simples ideia de dinamizar o turismo na Região Centro através do aproveitamento dos recursos naturais e humanos existentes nestes locais. Com o apoio deste programa as aldeias reinventaram-se e convidam todos a visitarem e descobrirem uma região que é um tesouro nacional.

No verão de 2019, em concreto no mês de setembro, mais uma vez decidimos partir à descoberta destas fantásticas aldeias, são muitas, são 27 agrupadas por regiões. Depois de termos conhecido as da Serra da lousã, chegou a vez de iniciarmos a descoberta pelas da Serra do Açor, assim fomos conhecer Sobral de São Miguel, Aldeia das Dez, Vila Cova de Alva, Benfeita e Fajão. Neste rol de aldeias gostámos, principalmente, de Fajão e Benfeita. No entanto, até ao momento, na nossa opinião, Casal de São Simão é das mais bonitas Aldeias do Xisto.

 

Património  

Descobrir a arquiteturas destas casas, saber como surgiram os seus nomes, conhecer as pessoas, ouvir as suas histórias, compreender as suas crenças, observar como vivem e do que se ocupam, provar os pratos típicos, olhar em volta das pastagens verdes, conhecer a arte e os artistas é aventurarmo-nos no conhecimento e na valorização de uma região fantástica.

 

Cultura

A cultura, intrínseca de cada povo e decorrente de séculos de história, está patente em cada família, esquina e festa da aldeia. A cultura é feita também de eventos que promovem o conhecimento e que atraem participantes e espetadores, reforçando as formas tradicionais de animar o povo. Tem-se vindo a recuperar estes hábitos antigos.

 

Caminhos de Xisto e Centros de BTT

A envolvente natural fantástica proporciona o contacto com os Caminhos de Xisto, que são percursos pedestres de pequena rota. Os traçados destes circuitos acompanham muitas vezes antigos trilhos usados por moleiros, agricultores e mineiros.

Os Centros de BTT das Aldeias de Xisto são infraestruturas desportivas permanentes dotadas de equipamentos dedicados exclusivamente aos praticantes de BTT. Estes locais estão apetrechados com estacionamento, balneários, estação de serviços para bicicletas e oferecem uma rede de trilhos do tipo Crosscountry, DownHill ou FreeRide, com quatro níveis de dificuldade adequados a todos os tipos de utilizadores.

 

Gastronomia

Apostando nas tradições culinárias das Aldeias de Xisto, promoveu-se a criação da Carta Gastronómica das Aldeias de Xisto, rebuscando os cantos da memória dos habitantes destas aldeias, para se criarem 153 receitas típicas desta região.

Também os restaurantes das aldeias mantem a autenticidade e qualidade máxima no que diz respeito ao ambiente, arquitetura, decoração, preços, variedade de vinhos e animação.

 

Turismo Ativo

Existem infinitas possibilidades de lazer nas Aldeias de Xisto. Estas criaram um calendário de eventos anual diversificado e profundamente enraizado no que há de melhor e mais genuíno neste território.

Aqui há percursos pedestres e BTT, canoagem, DownHill, trail running, etc. Nas praias fluviais há torneios de voleibol e nas rochas escalada e rapel. Surpreenda-se ainda com os ciclos gastronómicos e recriação de tradições antigas. Desfrute de alojamento de excelência e restaurantes de alta qualidade. Acompanhe a mudança das estações, amasse o pão, vá com os rebanhos e faça o queijo, ouça a música e a poesia e veja teatro.

Localizada na transição do distrito de Coimbra para o de Leiria, a Serra da Lousã esconde tesouros fabulosos. A beleza das suas paisagens, a vertente cultural e humana das Aldeias do Xisto, fazem desta região, uma região única.

Na Serra da Lousã habitam muitas das espécies de fauna e flora, das quais de destacam os veados, os javalis e os corços, as espécies de azinheiras, sobreiros, castanheiros, carvalhos e pinheiros, numa zona conhecida por ser profundamente transposta por linhas de água.

A Este sobressai o colossal Penedos de Góis, um local deslumbrante com miradouros sobre a paisagem beirã e o Alto do Trevim, o ponto mais alto da Serra da Lousã, com  1204 m., onde está o famoso baloiço que desliza sobre a paisagem.

 

SOBRAL DE S. MIGUEL

A origem desta aldeia remonta à era romana, associada às antigas rotas comerciais.

As casas tradicionais possuem uma arquitetura simples, cujo destaque vai para os balcões e varandas soalheiras, normalmente sombreadas por videiras.
Percorremos as lonas ruelas da aldeia até à Igreja Matriz de Sobral de S. Miguel com a torre sineira erguida no ano de 1937. A aldeia também tem uma capela em homenagem a Santa Bárbara, mandada erigir pelos mineiros em 1938.
Passámos pelo lagar de azeite, o moinho e pelos vários fornos comunitários.

 

Para Ver

Fonte do Caratão

Também conhecida como Fonte da Ponte, foi construída em 1900 e é um local muito pitoresco.

 

Antiga escola primária

Edifício resultante do “Plano dos Centenários” do Estado Novo, com dois pisos.

 

Capela de Santa Bárbara

Edificada em 1940, quando a exploração do volfrâmio era a ocupação de muitos e a grandeza de alguns.

 

Eira

Localizada no local onde confluem as duas ribeiras que originam a ribeira do Porsim.

 

Tronco de ferrar

Junto à eira, este era o equipamento utilizado para imobilizar as bestas enquanto eram ferradas.

 

Para Ficar

Quinta do Favacal

A Quinta do Favacal – Agro-turismo, está situada em Casegas, a cerca de 8Km da aldeia de Sobral de São Miguel. Disponibiliza um restaurante, um bar e um salão partilhado. Os hóspedes desta casa de campo podem desfrutar de um pequeno-almoço continental.

Dispõe de um terraço, uma piscina exterior, um jardim, numa propriedade com cerca de 50 hectares, que permite fazer a realização de percursos pedonais ou passeios de bicicleta por entre  trilhos e várias nascentes onde existem variadíssimas espécies de fauna e flora próprias da região de montanha.
Na Quinta é possível participar ativamente nas atividades agrícolas, fazer piqueniques, percursos micológicos, birdwatching, entre outras atividades.

Preço médio: 60€

Mais Informações >

 

ALDEIA DAS DEZ

          

Esta aldeia está localizada num alto, sobranceira ao rio Alvoco. Por causa da sua localização é apelidada de “Miradouro Demorado”, pois possui uma vista privilegiada para as serras envolventes. Aqui, cada casa, cada rua e cada largo é um miradouro, onde podemos desfrutar da maravilhosa paisagem.
A Aldeia das Dez detém um património construído impressionante, com destaque para a Igreja Matriz, cujo interior está decorado com vistosa talha dourada, juntamente com esculturas e pinturas que embelezam o interior do edifício.

Os encantos da aldeia também residem nos bolos tradicionais, os coscoréis e cavacas confecionadas à moda da Aldeia das Dez, bem como o licor de medronho, cujo fruto é abundante na zona.
O Cruzeiro do Largo da Fonte, construído em 1661 e restaurado em 1960, também é algo que vale a pena visitar. Aqui, as “Pequenas” ficaram encantadas com a cabine telefónica, muito ao estilo londrino, que existe na aldeia. Aqui experienciaram, pela primeira vez, fazer uma chamada. Um divertimento, uma experiência engraçada.

 

Para Ver

Calçada romana

Localiza-se a 3 km da aldeia, no Caminho das Tapadas e no Areal.

 

Casa quinhentista

Junto à Capela de Santa Maria Madalena, cujo destaque vai para as molduras do vão da porta de entrada, arredondadas.

 

Casa da fábrica

Edifício localizado junto ao cemitério, construído no séc. XIX, que foi fábrica de cobertores.

 

Escola primária

Edifício construído no âmbito do “Plano dos Centenários”, no tempo do Estado Novo.

 

Casa do S (ou Casa da Voluta)

Edifício do século XVII de arquitetura popular, conta com dois pisos em estrutura de alvenaria irregular.

 

Igreja de Santa Maria Madalena

Construída em 1758, dotada de frontaria neoclássica, no seu interior exibe-se um retábulo com a imagem de Santa Maria Madalena.

 

Capela de Nossa Senhora das Dores

Erigida no século XVIII. Construída em 1892 e adornada com azulejos com poemas do Dr. Vasco Campos.

 

Fonte do Soito Meirinho

Localizada à entrada da aldeia.

 

Fonte do Marmeleiro

Construída em 1915.

 

Para Ficar

Hotel Rural Quinta da Geia

Hotel rural em estilo casa de campo com 20 quartos tradicionalmente decorados, com varandas e móveis de madeira. O magnífico buffet de pequeno-almoço, o almoço e jantar são servidos diariamente no restaurante do hotel, o João Brandão. Almoços embalados e menus de dieta especial estão também disponíveis.

Os hóspedes podem desfrutar da lareira na sala, ou optar pela prática das mais diversas atividades, incluindo pesca, caminhadas e canoagem.

O Quinta da Geia dispõe de uma ampla piscina, num dos terraços que circundam o hotel.

Preço médio: 80€

Mais Informações >

 

VILA COVA DE ALVA

É uma aldeia marcada pela dimensão dos seus edifícios e espaços públicos e que possui o maior conjunto monumental, onde outrora existiu um convento.

Começámos a visita pelos espaços públicos da aldeia, como o Largo da Igreja Matriz e do Pelourinho, onde coabitam dois solares do séc. XVII, o Solar dos Condes da Guarda, o Solar Abreu Mesquita, o edifício dos Osório Cabral e ainda a Rua Quinhentista.
Vila Cova de Alva é uma aldeia de apreciável dimensão, cujo material de construção predominante é o xisto, e que recorre ao granito para os elementos nobres das construções.

 

Para Ver

Pedra de armas quinhentista

Pedra de armas (Castelo Branco, Britos, Costas e Castros) e pedra gravada com a data 1536, implantada num edifício atualmente descaracterizado.

 

Casa da Praça (ou Edifício dos Osório Cabral)

Construído no início do séc. XVII, foi a antiga Casa da Câmara, tribunal e cadeia.

 

Capela de Nossa Senhora da Assunção

Portal com arco de volta perfeita, sobre o qual se sobrepõem um corpo com a pedra de armas.

 

Fonte de São Sebastião

Fonte decorada com azulejos.

 

Praia Fluvial

Praia fluvial, no rio Alva, ideal para os dias quentes.

 

Para Ficar

Flag Hotel Convento do Desagravo

Localizado a cerca de 5Km da aldeia de Vila Cova de Alva, o Flag Hotel Convento do Desagravo é um espaço hoteleiro que resulta de um convento restaurado do século XVIII. Oferece vistas panorâmicas sobre a paisagem que o envolve e dispõe de uma piscina exterior, de um campo de ténis, restaurante e bar.

Possui 29 quartos decorados com cores quentes e mobiliário em madeira. Proporciona atividades nas proximidades como, caminhadas, pesca, passeios de barco e escalada. As crianças podem divertir-se no parque infantil e na sala de jogos.

Preço médio: 70€

Mais Informações >

 

BENFEITA

Esta é uma das “aldeias brancas” da Rede das Aldeias do Xisto. É a única aldeia no mundo que exalta a paz com uma torre, um sino e um relógio, que celebra, todos os 7 de maio, o fim da II Guerra Mundial com 1 620 badaladas.
Percorremos as ruas e sentimos a frescura das duas ribeiras, a do Carcavão e a da Mata. No recuperado moinho do Figueiral e alambique, ainda é possível ver como antigamente se aproveitava a força da água. Do outro lado da rua, passámos pela Igreja Paroquial, pelo atelier da Feltrosofia, onde se fazem artesanalmente peças de feltro com um design inovador e pelo centro documental, na recuperada Casa Simões Dias.

Maior que o tamanho da aldeia, é a religiosidade da sua população visível nas inúmeras capelas e alminhas ali existentes.

 

Para Ver

Ponte Fundeira

Ponte erguida em pedra no ano de 1880.

 

Casa Simões Dias

Integra a Loja Aldeias do Xisto no piso inferior.

 

Capela de Santa Rita

Templo do séc. XVIII, de planta octogonal, com portal orientado a oeste, retangular e de molduras trabalhadas.

 

Capela do Senhor dos Passos

Existia um templo primitivo que recebeu em 1954 um profundo restauro.

 

Alminha

Localizada em frente à Capela de São Bartolomeu.

 

Capela de Nossa Senhora da Guia

As imagens de Nª Srª da Guia, em madeira articulada, de Stº António e S. Tiago, em madeira, e duas imagens de Nª Srª com o Menino, merecem destaque.

 

Capela de São Bartolomeu

Templo do século XVII, localizado a cerca de 200 metros do conjunto anterior.

 

Natureza

A aldeia de Benfeita está situada bem perto da Mata da Margaraça, Reserva Natural e Reserva Biogenética do Conselho da Europa, um espaço raro de vegetação original das encostas xistosal, com sobreiros, castanheiros, aveleiras, cerejeiras e nogueiras. Também a Fraga da Pena, com quedas de água e vegetação muito próprias, é uma zona igualmente notável, que merece uma visita prolongada.

 

Para Ficar

Casa do Alto

A Casa do Alto possui um quarto quádruplo, disponibiliza um jardim, comodidades para churrascos e um terraço. Este alojamento inclui uma área de refeições, uma televisão de ecrã plano, um leitor de DVD e uma cozinha com um micro-ondas. Disponibiliza serviço de aluguer de bicicletas e pequeno-almoço.

Preço médio: 65€

Mais Informações >

 

FAJÃO

É uma antiga vila, encaixada numa vertente da serra, a alguns metros de altitude, entre gigantescos penedos de quartzito, sobre o rio Ceira, com uma vista absolutamente arrebatadora, num cenário de paz e tranquilidade.
A aldeia exibe casas em xisto, exemplos da arquitetura típica da zona, que foram recentemente requalificadas para obter uma atmosfera mais pitoresca. Passeámos pela malha urbana complexa, que conflui de forma sinuosa, para o adro da Igreja Matriz.
Percorremos as ruelas devagar, para apreciar a ligação entre o xisto e as madeiras, a cor das paredes, os telhados em lousa e as carpintarias de linhas sóbrias. Vale a pena apreciar as aldrabas, os postigos e cercas, as cimalhas e as paredes curvas, as fontes ou as varandas, são de uma beleza notável.

 

Para Ver

Igreja Matriz

Dedicada a Nª Srª da Assunção, data de 1788, com uma série de imagens religiosas, do século XVI.

 

Museu Monsenhor Nunes Pereira

Local para aprofundar maior conhecimento sobre a história da aldeia, apreciando ao mesmo tempo obras de arte feitas em xisto.

 

Antiga casa da Câmara, tribunal e cadeia

Atualmente, o edifício alberga uma unidade de alojamento, mas mantém a sua planta original.

 

Antiga escola primária

Edifício construído no âmbito do denominado “Plano dos Centenários” com a qual o Estado Novo pretendeu facultar a instrução a todas as crianças.

 

Lavadouro público

Este equipamento, da década de 50 ou 60 do séc. XX, mantém inalteradas as suas características arquitetónicas e os materiais originais.

 

Fonte Velha

Situa-se abaixo do adro da igreja, é um ponto de água determinante para o estabelecimento do povoado.

 

Alminha

Localizada na estrada para o rio Ceira.

 

Para Ficar

Villa Pampilhosa Hotel

Hotel de quatro estrelas localizado em Pampilhosa da Serra a cerca de 20Km da aldeia de Fajão, com 52 quartos. Possui piscina interior, Spa, restaurante, Bar/lounge e todas as comodidades deste tipo de alojamento.

Preço médio: 70€

Mais Informações >

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
  • Home
  • Destinos
  • Aldeias do Xisto – Sobral de São Miguel, Aldeia das Dez, Vila Cova de Alva, Benfeita e Fajão

Sobre

Olá, somos a Carla, o Leonel, a Sofia, a Francisca, e adorámos partir à descoberta do mundo juntos!

Aqui, partilhámos os vários destinos que já visitamos, os hotéis onde ficamos hospedados e os restaurantes que experimentámos. Queremos inspirar quem nos visita, a viajar e a experimentar, pois consideramos que a vida é uma soma de experiências e uma constante procura. Nesta procura, buscamos locais, espaços, gastronomia, cultura, pessoas e, acima de tudo, a felicidade que é poder conhecer, valorizar e preservar o mundo maravilhoso que temos.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram