Carla Ferreira

Carla Ferreira

Barcelona – Espanha

#Continuandoàprocura de cidades verdadeiramente fabulosas, no verão de 2017, fomos conhecer aquela que é uma das mais cosmopolitas cidades europeias, uma cidade perfeita para viver, para passear, para se sentir. Voltámos no verão de 2019, pois ainda havia muito para ver e para fazer.

Motivos não faltam para conhecer a cidade. Barcelona é completa! Possui um clima ameno, praia, campo, arte, arquitetura única, mercados gastronómicos sempre muito movimentados, bares de tapas e noites intensas.

É uma daquelas cidades em que se pode passar da montanha à praia em apenas alguns minutos. Aqui respira-se arte, Gaudi está presente por toda a cidade.

Nós chegámos a Barcelona de carro. Há imenso parques de estacionamento seguros espalhados pela cidade. Na primeira vez que estivemos na cidade, estacionámos num parque na Praça de Espanha, na segunda vez, estacionámos num parque no final da La Rambla, no sentido do mar. Por cerca de 6h de estacionamento pagámos perto de 20€.

Na primeira vez que estivemos em Barcelona optámos pelo autocarro turístico, o Sigthseeing Barcelona, o qual possui várias rotas que funcionam no sistema “hop on, hop off” e que nos levou para todos os pontos turísticos e atrações que queríamos conhecer, com intervalos entre 15 a 20 minutos.

Ele opera em 3 rotas diferentes, correspondentes às cores: azul, vermelha e verde – Ruta Azul, Ruta Roja e Ruta Verde. Os trajetos são feitos em autocarros de dois andares, sendo a parte inferior fechada e a superior toda aberta, sem teto, possibilitando a vista completa da cidade e da rota. Possuem serviço de audioguia em diversos idiomas, inclusive português. A rota em si já se torna um passeio, pois há narração completa dos lugares por onde o autocarro passa. Pode-se comprar um bilhete geral, que cobre todas as rotas, válido por 24 ou 48 horas (1 ou 2 dias consecutivos).

A segunda vez que estivemos em Barcelona, optámos por andar a pé.

 

Arquitetura

O urbanismo de Barcelona é concentrado, mais fácil de explorar. A malha urbana é retangular, com grandes e largas avenidas, com um pormenor muito original, que tem a ver com o facto dos edifícios nos cruzamentos serem cortados em diagonal, o que dá espaço e luz.

Exibe uma arquitetura exuberante com grandes edifícios sólidos e muito parisienses, pontuados com peças de art-nouveau flamejante em que abundam os azulejos policromáticos, cornichas, varandas e uma infinidade de pormenores surpreendentes. Os edifícios das zonas centrais, com um ambiente de boulevard do século XIX, são predominantemente art-nouveau, com os pormenores surpreendentes dos grandes arquitetos catalães.

Os grandes arquitetos da época foram Gaudi e Cadafalch que competiam em criatividade e imaginação, em períodos conhecidos como a Renascença e a Revolução, nos quais não havia limites para a estética superlativa.

A partir da Plaça de Catalunya pode seguir-se em qualquer direção, começando, por exemplo, pela La Rambla, sempre de nariz levantado para uma profusão de excentricidades cuja beleza não tem idade.

 

Para Ver

Por muito que se tente ver tudo o que há de interessante para ver numa cidade, dificilmente se consegue ver tudo, nomeadamente quando o tempo urge. Connosco, não foi exceção e, portanto, também não conseguimos ver tudo. Facilmente se percebe, pelas fotografias, o que vimos. De qualquer forma, deixámos aqui, alguns dos pontos mais interessantes para conhecer em Barcelona.

 

Igreja da Sagrada Família

Considerado um dos expoentes máximos da arquitetura modernista catalã, a Sagrada Família é considerada como a obra-prima de Antoni Gaudí.

Começada em 1882, Gaudi trabalhou nela até à sua morte, em 1926, deixando-a longe de estar terminada. As obras prosseguiram irregularmente e agora entraram numa fase constante, estando previsto que será acabada em 2026, por ocasião do centésimo aniversário do artista. Mas se o exterior é fabuloso, o interior também merece uma visita, a qual convém marcar com antecedência, pois as filas são intermináveis.

Preço

31€ ( Não inclui acesso à Torre da Natividade, ou Torre da Paixão, nem áudio-guia)

 

Catedral Gótica

A catedral de Barcelona não é a Sagrada Família. Apesar da sua grandeza e importância, trata-se de uma basílica menor que está localizada no bairro Gótico, em pleno coração da cidade.

Dedicada a Santa Eulália e a Santa Cruz, a catedral foi construída entre os séculos XII e XV, e demorou 150 anos para ficar pronta. O interior possui um estilo gótico, no exterior ainda existem resquícios do estilo românico.

 

Arco do Triunfo

Barcelona também tem seu próprio Arco do triunfo, em estilo neo-mudéjar, caraterístico dos primórdios do modernismo, como não poderia deixar de ser. O arco, desenhado pelo arquiteto Josep Vilaseca i Casanovas e construído para ser porta de entrada à Exposição Universal de 1888, que teve lugar na cidade, e impressiona com seus de 30 metros de altura.

 

Tibidabo

Tibidabo é uma montanha que domina a paisagem de Barcelona. Com 512 metros e uma encosta íngreme, é o ponto culminante da Serra de Collserola e que proporciona belíssimas vistas da cidade e do litoral das cercanias.

Tibidado é também um Parque de diversões, uma torre de telecomunicações (Torre de Collserola) e uma Igreja Católica, o templo do Sagrat Cor. Projetada por Enric Sagnier, a igreja levou 60 anos para ser construída e tem no seu topo uma escultura do Sagrado Coração feita por Josep Miret Llopart. O Parque de diversões é o mais antigo da cidade e tem a maior parte das atrações originais, muitos dos quais datam do início do século XX.

O topo do Tibidabo está acessível pelo Funicular do Tibidabo, por autocarro e por carro. A Ferrovia funicular, datando de 1901, foi a primeira de seu tipo na Espanha.

 

Casa Milà (La Pedrera)

Localizada no Passeig de Gracia, é uma das principais criações de Gaudí, cujo nome estranho advém do facto da população catalã ter considerado a construção aberrante, tendo-a batizado, entre outros epítetos menos agradáveis, de La Pedrera. E assim ficou conhecida até hoje.

Preço

22€ – Adultos

11€ – Crianças dos 7 aos 12 anos

 

Casa Batlló

A Casa Batlló é uma das mais bem conseguidas obras de Gaudí. Possui uma arquitetura muito peculiar, original e um design de interior surpreendente, evidenciando a ilimitada criatividade do artista catalão. Na fachada da Casa Batlló não há ângulos, não há planos lisos, esquinas ou geometrias. Há uma fachada ondulada com formas a lembrar elementos da natureza, como falésias, ninhos e lagos com nenúfares. O telhado, também ele curioso, é em ziguezagueante, muito semelhante a escamas de répteis ou dinossauros.

Preço

25€ – Adultos

22€ – Estudantes, jovens entre 7 e 18 anos e maiores de 60 anos
O ingresso inclui um vídeo-guia de realidade aumentada.
Casa Batlló + Sala modernista: 31€.
Casa Batlló + Sala modernista + Foto de época: 35€

 

Museu Nacional d’Art de Catalunya

O Museu Nacional d’Art de Catalunya é enorme e abrangente, pois retrata o histórico e o clássico, com peças medievais e de todos os períodos posteriores.

Preço

12€ – Adultos (a partir dos 16 anos)

 

Museu de História da Catalunha

O Museu de História da Catalunha (MHC) explica aos visitantes a evolução política, social, econômica e cultural da Comunidade da Catalunha. O museu funciona no Palácio del Mar, um edifício construído no final do século XIX como armazém portuário.

Preço

4,5€ – Adultos

3,5€ – Menores de 25 e maiores de 65 anos

 

Museu da Fundação Joan Miró

Possui um acervo muito completo desse grande e original pintor. O edifício é uma obra de arte moderna. O Centro Miró é um centro de interpretação de Joan Miró em relação com Montroig, tanto sobre o pintor como a sua obra.

Localizado no Parque de Montjuïc, alberga um dos melhores museus da cidade, dedicado ao homónimo pintor surrealista espanhol, um espaço imperdível para os apreciadores de arte.

Preço

12€ – Adultos

 

Museu d’Art Contemporânea

Outro edifício especial, de Richard Meyer, com um acervo internacional e uma série de espaços interativos muito divertidos. É um daqueles museus em que as crianças podem brincar com os adultos.

 

Museu Frederic Marès

     

O Museu Frederic Marès é um espaço que mostra as curiosas coleções e esculturas pertencentes ao colecionador catalão mais destacado do século XX. Está situado no antigo Palácio Real dos Condes de Barcelona. Depois da sua inauguração em 1946, o museu contava apenas com quatro salas, embora rapidamente começou a ser ampliado graças ao afã colecionador de Marès.

Preço

Adultos: 4,20€
Jovens entre 16 e 29 anos e maiores de 65: 2,40€

 

Aquário

Um aquário é sempre um aquário, no entanto, o Aquário de Barcelona tem várias atrações interessantes (pinguins, tubarões, túnel transparente com tapete rolante e está aberto até as 21h. Tem um restaurante e uma loja.

Preço

20€ – Adultos

15€ – +1,40m

15€ – 1,10m-1,40m

5€ – 0,90-1,10m

Os bilhetes são pagos pela altura e não pela idade.

 

Palácio da Música Catalã

Trata-se de uma das salas de concertos muito carismática e um dos monumentos mais representativos do modernismo catalão, com uma riqueza visual incrível, na qual se destacam os vitrais, pouco comuns neste tipo de salas, para além da excelente acústica.

Preço

20€ (inclui acesso exclusivo a algumas áreas e visita guiada)

 

Hospital de Sant Pau

Classificado como Património Mundial da Humanidade elaborada pela UNESCO, é o maior conjunto modernista do planeta.

O Hospital de Sant Pau, cujo nome completo é Hospital de la Santa Creu i Sant é uma autêntica cidade modernista, com ruas, prédios e jardins. Inicialmente estava localizado no bairro de El Raval, na parte mais antiga de Barcelona, no entanto, com o crescimento da cidade foi transferido para um novo endereço.

O complexo hospitalar foi implementado no distrito de Eixample, tendo sido inaugurado oficialmente em 1930, homenageando Sant Pau e financiadas com uma herança deixada pelo banqueiro Pau Gil.

 

Praça da Catalunha

A Praça de Catalunha é a principal praça de Barcelona, onde está o coração comercial da cidade, com imensas lojas. É daqui que saem as várias avenidas que ligam o centro à praia e o centro aos bairros superiores.

 

Praça de Espanha  e Montjuic

A Praça de Espanha está localizada aos pés da montanha de Montjuic e conta com uma considerável área onde não faltam atrações. Há para ver o Shopping Las Arenas, “Campaniles”, duas chamativa torres inspiradas no campanário de são Marcos em Veneza, a fonte no centro da praça e a Fonte Mágica de Montjuic, bem como o Museu Nacional de Arte da Catalunha.

 

Bairro El Raval

El Raval é considerado o bairro mais alternativo. É aqui que está situado o Mercado La Boqueria, a Rambla del Raval  e a famosa escultura “El Gat” de Botero.

 

Bairro Gótico

      

O bairro Gótico é incrível. Desta vez, deambulamos mais tempo pelas lindíssimas ruas. O Gótico é onde estão a maior parte dos edifícios de arquitetura gótica e ruas medievais. Estivemos na bonita e elegante Praça Real praça marcada pelos imponentes pórticos dos edifícios, as palmeiras e a fonte central. Os dois candeeiros centrais da praça são obra de Gaudí, no início da sua carreira. É neste bairro que fica também a bonita Catedral de Barcelona.

A Catedral de Barcelona e a ponte que une a Casa de los Canónigos com o Palau de la Generalitat são talvez os sítios mais emblemáticos do bairro.

 

Bairro El Born

O El Born é onde estão alguns dos museus importantes e vários restaurantes, um ótimo bairro para passear à noite.

No bairro El Borne há para ver o Mercado del Born, a igreja Santa Maria do Mar, o Museu Picasso e o Palácio da Música Catalã, um bocadinho mais afastado.

 

La Rambla

É a avenida mais conhecida e mais movimentada de Barcelona, para onde convergem a maior parte das ruas da cidade. É uma Zona sempre com imensa gente, muitos restaurantes, bares, lojas e cafés. É aqui também que fica o conhecido Mercado de La Boqueria.

 

Barceloneta

Barceloneta é onde fica a praia e o porto antigo e a Praia de Barceloneta, sempre muito animada, onde as caminhadas junto ao mar para ver as várias esculturas no Passeig Maritim de la Barceloneta, são sempre boas escolhas. As esculturas do Peixe Olímpico de Frank Gehry, a escultura El Cap de Barcelona e a Homenagem à natação, são as esculturas que se evidenciam. O Mercado de la Barceloneta também é um espaço interessante para se conhecer.

 

Porto Olímpico

Construído para os Jogos Olímpicos de 1992, o Porto Olímpico é um porto desportivo situado em frente à Vila Olímpica, entre as praias de Somorrostro e Nova Icaria, um dos principais centros turísticos e de lazer da cidade, pois conta com uma série de restaurantes, bares, pubs, discotecas e espaços comerciais.

 

Mercado de San Josep (La Boqueria)

     

O ambiente é muito típico e o edifício antigo é bastante bonito. Ficámos muito surpreendidos com as bancas da fruta e dos sumos, muito frescos e coloridos, as bancas das guloseimas, dos peixes, dos enchidos… enfim, um local repleto de iguarias, sempre apinhado de gente, mas um local encantador. Ideal para petiscar e conviver.

 

Estádio

Camp Nou Experience é uma excelente sugestão para os apaixonados por futebol. A visita começa no museu, bastante interativo, onde há exposição de taças, equipamentos e muitas filmagens da equipa e seus momentos épicos. Depois pode-se conhecer a sala de imprensa, os balneários ou as cabines dos jornalistas e a Sala Multimédia. Tem ainda restaurantes, cafés e uma grande loja.

Preço

23€ – Adultos

17€ – Crianças dos 6 aos 13 anos

 

Parc Güell

   

O Parque Güell era para ter sido uma urbanização de Barcelona, em que as casas e os espaços públicos homenageariam a Natureza. O projeto acabou por não resultar comercialmente, tendo sido o fracasso mais feliz de Antoni Gaudí,

O parque é uma combinação indescritível de esculturas e terraços, incluindo também a casa do arquiteto. Possui muitos azulejos, museus, um restaurante, uma loja e um  lagarto colorido muito famoso. Além disso, há sempre muita animação e artistas de rua espalhados pelo recinto.

Preço

Adultos: 7€

Crianças (7 aos 12 anos): 4,90€

A entrada apenas nos jardins é gratuita.

 

Parque da Ciutadella

Um espaço verde dentro da cidade, que dá para descansar, correr, refrescar, jogar, andar de barco ou fazer um piquenique (o Zoo também faz parte deste parque – mas com entrada paga).

 

Castelo de Montjuic

O castelo encontra-se num local elevado, por isso oferece vistas muito bonitas e um pôr-do-sol estonteante. A entrada é gratuita.

 

Montserrat

Montserrat é um espaço singular pela sua envolvência natural única, pelo seu carácter de centro religiosos e pelas manifestações artísticas que aqui se encontram.

Montserrat acolhe o Santuário da virgem Mãe de Deus e o Mosteiro Beneditino, com quase 1000 anos, estão ao serviço de todos os peregrinos e visitantes que ascendem a esta montanha, cuja vista alcança, ao longe, os Pirenéus.

 

Teleféricos

Em Barcelona existem dois (um vermelho e outro cinzento):

Teleférico de Barcelona (vermelho) – liga a Torre de São Sebastião (perto do clube de natação – Barceloneta) ao parque Montjuic.

Preço

11€ (ida)

16,50€ (ida e volta)

Teleférico de Montjuic (cinzento) – liga a estação de metro Paral.lel  ao parque Montjuic (percurso bastante inclinado).

Preço

7,50€ (ida)

10,80€ (adulto ida e volta)

 

Para Comer

Por toda a parte há um sem número de cafetarias, bares e restaurantes onde se pode experimentar uma tudo e mais alguma coisa. Barcelona é assim, é completa! Contudo, somos de opinião que “Em Roma sê romano”, portanto, se se está em Barcelona, ou em qualquer outro local, deve-se aproveitar para experimentar as iguarias locais e tradicionais.

A gastronomia catalã e a cozinha de Barcelona são muito recheadas em sabores baseados nos produtos de qualidade das suas hortas. Inclui uma grande quantidade de verduras, peixes e azeite de oliva.

 

Pratos típicos de Barcelona:

  • Alioli: Molho feito com azeite de oliva emulsionado e alho.
  • Romesco: Molho feito à base de tomates, alho, pão, amêndoas, avelãs, pimentões, alecrim, azeite de oliva, vinagre, sal e pimenta.
  • Pan con tomate (pa amb tomàquet): Fatia de pão com azeite, sal e tomate. Pode ter alho.
  • Coca de recapte: Massa com pimentões e berinjela ao forno que pode ter atum, cebola, butifarra (linguiça típica da região), azeitonas, tomate ou arenques.
  • Butifarra: Embutido de carne de porco.
  • Fuet: Embutido de carne com alho e pimenta.
  • Escalivada: Berinjela, pimentão, cebola e tomates assados.
  • Samfaina: Berinjela e abobrinha fritos, acompanhados de alho, cebola e tomate.
  • Escudella: Cozido típico composto por uma massa de carne moída com temperos, grão de bico, batatas, couve e carne.
  • Calçots: Alimento local similar à cebola que é preparada na brasa e servida com molho romesco.
  • Xató: Salada de escarola, bacalhau e molho romesco.
  • Empedrat: : Salada com tomate, bacalhau e feijão.
  • Fabes a la catalana: Favas com embutido.
  • Suquet: Refogado de peixe.
  • Fricandó: Carne vermelha preparada com ameixas, cebolas, tomates e pinhão.
  • Crema catalana: Sobremesa feita com um creme coberto de açúcar caramelizado.
  • Panellet: Massa doce a base de açúcar, amêndoas e ovo.
  • Neulas: Uma espécie de biju.

 

Ramblas

Existem vários restaurantes com um menu de entradas de tapas, a famosa paella e bebida a partir de 7€. Muitos dos restaurantes, também têm o menu do dia onde se pode comer entrada, prato, bebida e sobremesa por cerca de 10€.

 

Praça Real

É um local muito agradável, especialmente para jantar, pois todos os restaurantes têm mesas no exterior, animação e iluminação que contribuem para um ambiente descontraído.

Como tínhamos pouco tempo, não houve tempo para experimentar os restaurantes locais. Contudo, fizemos alguma pesquisa na internet e os  restaurantes  que se seguem são sugestões do que conseguimos apurar:

 

Restaurante Torre de Altamar

Situado no alto da Torre de San Sebastián, esse restaurante oferece pratos típicos catalães acompanhados de uma agradável vista da cidade e suas praias.

 

Restaurante Visual

Situado no 23º andar do Gran Hotel Torre Catalunya, esse restaurante possui uma interessante vista panorâmica de 360º.

 

Restaurante Dos Cielos

O Restaurante Dos Cielos está no 24º andar do hotel ME by Meliá Barcelona. É um verdadeiro prazer degustar seus pratos enquanto se contempla a cidade de cima.

 

Restaurante Tasca i Vins

Restaurante típico catalão, localizado perto da estação de Metro de Barceloneta, na Av. Marquès de l’Argentera, nº 13.

 

Restaurante Tickets

O ambiente do Tickets é mais cool, com uma bonita decoração ao estilo infantil.

 

Restaurante Disfrutar

No Disfrutar vive-se uma experiência gastronómica única. A culinária é de alto nível.

O Disfrutar é o tal do restaurante que serve um “pão” que não é pão, um “macarrão” que não é macarrão, um salgado que é doce e vice-versa, tudo para surpreender. Quanto ao menu, há duas opções: a versão de 25 pratos, composta pelos pratos já consagrados e premiados; e a versão de 30 pratos, composta pelos pratos tradicionais da primeira opção, além de mais 5 que são novidade. Os valores figuram no site oficial do restaurante: 150 euros o menu de 25 etapas e 190 euros o de 30 etapas (valores em março de 2019).

 

Restaurante Blanc

O Blanc, comandado pela Chef Carme Ruscalleda, a mulher mais estrelada do mundo, que possui atualmente 7 estrelas Michelin, também é uma referência para quem visita Barcelona.

 

Restaurante Zed

O restaurante Zed, situado próximo da Sagrada Família, tem um cardápio com opções saudáveis, tudo com ingredientes naturais e pratos preparados na hora.

 

Para Ficar

Também na hotelaria, como cidade completa que é, Barcelona oferece todo o tipo de alojamento, desde hostels (giros e modernos), a hotéis de 5 estrelas (com todo o conforto e mordomias), passando pelos apartamentos (muito conveniente para as famílias) e o campismo (prático e divertido no verão).

Nós optámos pelos Parques de Campismo, muito bons e práticos para o verão, ambos localizados junto à auto via de Castelldefels, perto do Aeroporto de Barcelona.

 

Camping 3 Estrellas

 

Camping Estrella  de Mar

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Sobre

Olá, o meu nome é Carla Ferreira. Vivo em Viseu com a minha família, o marido Leonel e as filhas Sofia e Francisca.

Somos apaixonados pelo mundo, pela Natureza, pelas pessoas, culturas e tradições. Somos inquietos, sempre com uma vontade enorme de explorar mais e mais, de estar constantemente à procura. Privilegiamos muito o conhecimento, a valorização, a preservação e a sustentabilidade do planeta Terra. 

Explorar o mundo e partilhá-lo com as pessoas são das coisas que mais gostamos de fazer.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram