Carla Ferreira

Carla Ferreira

Concelho de Mangualde – Viseu

Detentor de belas paisagens, Mangualde é um concelho com muito movimento e animação, tantas são as festas que por ali se fazem. A de maior relevância é a Feira dos Santos, no entanto, há outras que também garantem animação a todos quantos por ali vivem ou passam, como as Festas da Cidade, a Feira das Antiguidades, a Feira das Tradições e dos Produtos da Terra, as Marchas Populares, a Mostra de Artesanato Nacional, Mangualde Fashion, Agromangualde, entre outros…

Para além das festas, Mangualde possui ainda um património extraordinário, estruturas turísticas e de lazer muito atrativas, e gastronomia única.

Com uma localização privilegiada no distrito de Viseu, e com a Serra da Estrela a emoldurar o cenário, o concelho conta com uma longa História, desde os forais outorgados por D. Henrique e D. Teresa, passando pelos cistercienses do Mosteiro de Maceira Dão, berço da família de Cabral que descobriu o Brasil foi ainda, durante o Antigo Regime, moradia dos Paes do Amaral, que ali erigiram o magnífico Palácio dos Condes da Anadia, cuja sumptuosidade marca a paisagem urbana de Mangualde.

Numa panóplia de lugares a conhecer em Mangualde, outrora chamada de Azurara da Beira, destacamos os que se seguem.

 

Para Ver

Palácio dos Condes de Anadia

Construído no séc. XVIII para os fidalgos Paes do Amaral, é como já referimos, um dos mais sumptuosos solares da Beira, localiza-se na cidade e está classificado como Monumento de Interesse Público.

No exterior, a fachada poente, a principal, oferece o esplendor característico do estilo barroco, numa sobriedade imponentemente majestosa.

No interior, predomina a decoração barroca e rococó. Aqui destacam-se os painéis de azulejos setecentistas e o mobiliário da época. A capela que lhe está anexa no lado norte é anterior ao palácio e, apesar das remodelações que foi tendo até ao século XIX, conserva o primitivo retábulo sob a invocação de São Bernardo.  

O palácio possui ainda uma quinta adjacente com jardins e um parque florestal plantado no século XVIII.

Mais Informações >

 

Casa dos Condes de Mangualde

A beleza deste edifício que se encontra na Rua Nova, em plena cidade, está nos detalhes. Construído no século XVIII, possui um brasão que se encontra no topo da entrada principal, onde se destacam as armas dos Amarais e Saraivas. Também as molduras das janelas fazem desta construção uma das mais bonitas da cidade.

 

Igreja da Misericórdia 

A igreja, com localização no centro da cidade, foi construída no séc. XVIII com intervenção de Simão Paes de Amaral, fidalgo do rei D. João V, que doou os terrenos e contribuiu financeiramente para esta edificação.

O imóvel é constituído pela igreja e sacristia, casa de despacho, torre, casas do capelão e arrumos de rés-do-chão.

Na fachada destaca-se a varanda aberta sobre o pátio, e no interior o grandioso retábulo, a pintura no teto e as telas alusivas à vida de Maria e painéis de azulejo do século XVIII.

Está classificado como Monumento de Interesse Publico, desde 1977.

 

Igreja Nossa Senhora da Conceição

Monumento Nacional, exemplar de arquitetura românica, foi fundada no século XII pelos frades da Ordem Premonstratense de Santo Agostinho. É conhecida como Igreja das Siglas devido à profusão de marcas de canteiro nas pedras das paredes.

 

Igreja Matriz

A fundação desta igreja assenta num pequeno mosteiro rural datado do século XI e que se terá tornado, no início do século XII, a Igreja Matriz de São Julião.

É Monumento de Interesse Público, desde 1983, e insere-se num adro também ele classificado, conjuntamente com as cruzes da Via-Sacra – que se prolongam até à avenida da Liberdade – na mesma categoria, desde 1997.

No exterior estão as armas da família Cabral e alguns elementos dos séculos XIII e XIV. No século XIX a frontaria ruiu e foi reconstruída perdendo as caraterísticas originais. No interior destaca-se a capela-mor com talha dourada, caixotões do teto com pinturas alusivas aos apóstolos cruzes da Ordem de Cristo, e pinturas do antigo retábulo que se encontram nas paredes.

 

Santuário de Nossa Senhora do Castelo

Ermida situada no topo de um monte com o mesmo nome, bem próximo da cidade, com uma vista 360º estonteante, no local do antigo povoado fortificado da Idade do ferro e, mais tarde, romanizado. Foi inaugurada com a entronização da imagem a Nossa Senhora do Castelo, em 1832.

Na fachada evidencia-se a torre ameada e no interior os altares de talha, as telas representando os pais de Maria, da autoria do pintor viseense António José Pereira e imagens de Nossa Senhora com o Menino, de São Miguel Arcanjo e de São José com o Menino.

Coroando o monte, a ermida integra o santuário constituído pelo escadório, e capelas anexas, construídas no século XVIII, de feição barroca.

O santuário está classificado na categoria de Monumento de Interesse Público, desde 2013.

 

Dólmen da Cunha Baixa

O Dólmen de Cunha Baixa foi construído no III milénio a. C. e marca vincadamente a planície e a paisagem envolvente, na localidade da Cunha Baixa. Integra a malha megalítica da região: Orca dos Padrões, Orca dos Braçais, Orca de Alcafache, Anta da Senhora do Castelo, Orca dos Amiais, Orca da Carvalhinha, Orca da Fonte do Alcaide e Orca dos Palheiros.

O monumento tem câmara coberta por uma grande laje, à qual se acede por um corredor longo, também coberto por lajes dispostas na horizontal. A entrada era fechada por uma pedra que funcionava como porta, arredada aquando de novas deposições. Na laje de cabeceira da câmara existiram pinturas a vermelho, bem como gravuras em alguns esteios do corredor.

O dólmen era coberto por um enorme monte de terra e pedras (mamoa), entretanto destruído por ação do homem e/ou da erosão.

Foi restaurado em 1987, é Monumento Nacional desde 1910 e um dos maiores e mais completos dólmenes do neolítico em Portugal.

 

Castro do Bom Sucesso

Monumento Nacional localizado a cerca de 765m de altitude na localidade de Guimarães de Tavares. Trata-se de um povoado do final da Idade do Bronze que terá sido também utilizado na Idade do Ferro, no período romano e durante a Idade Média. Da primitiva estrutura restam alguns troços da muralha e estruturas de habitações.

 

Citânia Romana da Raposeira

Trata-se de uma parte significativa de uma villa romana e de umas termas, situada junto ao cruzamento de duas importantes estradas romanas, muito próximo da cidade. Os achados numismáticos e cerâmicos apontam para uma ocupação do local desde o final do século I a.C a IV d.C.

Ali pode-se observar uma área identificada como sendo uma antiga estalagem, espaços de utilização reservada à família e demais pessoas que trabalhavam na hospedaria, bem como uma zona termal.
Todo o circuito de visita é apoiado por painéis interpretativos, em seis pontos distintos de observação e está classificado como Sítio de Interesse Púbico desde 2014.

 

Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão

Anterior à fundação de Portugal, o Real Mosteiro de Santa Maria de Maceira Dão, mandado erigir por Dom Soeiro Teodoniz, em 1173, num dos casais de Fagilde, pertenceu inicialmente à ordem beneditina para ingressar na de Cister. A sua localização, junto a um rio em Maceira Dão, permitiu, no passado, o sustento dos monges, a meditação e o culto numa paz edilicamente bucólica. O conjunto arquitetónico é constituído por uma igreja e sacristia, sala do capítulo, claustros, cozinha, refeitório, celas, biblioteca, enfermaria e anexos agrícolas. São visíveis as várias fases de construção do imóvel, desde o século XII até à extinção das ordens monásticas, em 1834.

Está classificado como Monumento Nacional, desde 2002, o seu estado de conservação é calamitoso, estando o proprietário, a Autarquia e o Estado em desenvolvimento de processos que possibilitem a sua salvaguarda física.

 

Para Fazer

Live Beach

O espaço Live Beach é uma praia artificial de água doce que oferece diversão e recreação para todos, com atividades diárias, concertos e eventos desportivos, para além da de uma praça de restauração. Com uma vista privilegiada, no sopé do Santuário da Nossa Senhora do Castelo e com vista para a Serra da Estrela é o lugar perfeito para os dias de verão, sendo uma das maiores praias artificiais da Europa.

 

Praia Fluvial de Fagilde

É graças à Barragem de Fagilde, na fronteira entre os municípios de Viseu e Mangualde que se forma um lago de 7,5 hectares. Ali, o Dão é um espelho de água perfeito para o stand-up paddle: não há corrente, os dias ventosos não ocorrem com frequência e o cenário é propício à contemplação. Para além deste desporto há outros e há uma praia artificial, com uma piscina em pleno rio e infraestruturas de apoio muito agradáveis e muito completas.

 

Estância Termal de Alcafache

É considerada uma das melhores termas do país, com águas sulfúreas, hipertermais quentes, pouco mineralizadas, alcalinas, bicarbonadas sódicas, fluoretadas, tiosulfatadas e muito silicatadas, ideais para problemas de saúde, nomeadamente de ordem reumatológica, muscular e respiratória. Nascem a uma temperatura de 50º C, com uma idade superior a 14000 anos. Localiza-se na localidade de Alcafache, junto ao rio Dão.

 

Trilhos Pedestres

Ludares

Gil Vicente

Trilho dos Monumentos 

O Trilho dos Monumentos é um percurso pedestre que tem início mesmo em frente à Casa das Palmeiras, na localidade de Gandufe, e que segue pelas ruelas da aldeia em direção à Torre Medieval, passando por lindas fontes centenárias até à ponte romana, localizada no extremo da aldeia.

Ainda é possível visitar umas sepulturas antropomórficas, no entanto, para lá chegar é necessário um guia, uma vez que a partir da ponte, o trilho deixa de estar sinalizado. Para além do rico património arquitetónico, avistam-se paisagens fabulosos, tendo como pano de fundo a Serra da Estrela.

 

Rotas

Águas Milenares

Senhora dos Verdes

Caminhos do Bom Sucesso

 

Para Comer

Detentora de uma gastronomia de regalar o paladar, ali podemos saborear o afamado Queijo da Serra, os enchidos, o típico Cozido Beirão à Moda de Mangualde, o Cabrito Assado em Forno de Lenha, especialidade gastronómica do concelho, os rojões à moda de Mangualde, e uma das deliciosas iguarias da doçaria nacional, o pastel de feijão, não esquecendo os famosos néctares  vinhos do Dão.

 

Restaurante Cascata de Pedra

Com vista para o bonito jardim, o restaurante Cascata de Pedra, localizado na cidade de Mangualde, oferece uma cozinha regional e tradicional portuguesa.

Um restaurante moderno, mas simples, apresenta uma decoração confortável e acolhedora, num edifício contemporâneo. 

Na cozinha recriam sabores típicos, mantendo os ingredientes originários da região, cujos pratos se vão adaptando às estações do ano, na procura do que é genuíno. A ementa da casa honra, portanto, os produtos locais.

Mais Informações >

 

Confeitaria do Patronato

Uma visita a Mangualde requer sempre uma paragem obrigatória na Confeitaria do Patronato para provar uma das iguarias da doçaria nacional, os afamados e deliciosos pastéis de feijão e outras, como por exemplo, os caramujos e as queijadas.

A confeitaria localiza-se no complexo paroquial de Mangualde no centro da cidade

 

Para Ficar

Casa das Palmeiras Nature Houses & Pedagogic Farm  

Localizada a cerca de 10 Km do centro de Mangualde, na localidade de Gandufe, trata-se de uma quinta que parece ter saído de um conto encantado, tantos são os recantos magníficos espalhados pela grande propriedade. Um espaço no qual, o contacto com a Natureza é permanente e a sensação de liberdade uma constante.

Aqui convivemos harmoniosamente com a Natureza e com os animais. O lugar perfeito para miúdos e graúdos, onde até os animais são bem-vindos.

Pela total privacidade e sossego que oferece, a Casa das Palmeiras é um alojamento maravilhoso para quem procura uma experiência rural, com todo o conforto e tranquilidade, em permanente contacto com a Natureza. O espaço ideal para momentos únicos, repouso e tranquilidade. Importa também referir que a preocupação com a sustentabilidade do ambiente é notória em toda a quinta.

Mais Informações >

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Sobre

Olá, o meu nome é Carla Ferreira. Vivo em Viseu com a minha família, o marido Leonel e as filhas Sofia e Francisca.

Somos apaixonados pelo mundo, pela Natureza, pelas pessoas, culturas e tradições. Somos inquietos, sempre com uma vontade enorme de explorar mais e mais, de estar constantemente à procura. Privilegiamos muito o conhecimento, a valorização, a preservação e a sustentabilidade do planeta Terra. 

Explorar o mundo e partilhá-lo com as pessoas são das coisas que mais gostamos de fazer.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram