Sofia & Francisca

Sofia & Francisca

Fisgas de Ermelo – Kids

“Pequena”

Partindo à descoberta de novos trilhos onde nos possamos aventurar na natureza e esticar muito bem as pernas, fomos conhecer e fazer o trilho das Fisgas de Ermelo.

É, sem dúvida, um dos trilhos mais bonitos que já fizemos, as vistas são de cortar a respiração. Vimos as casas e os montes ao longe, e é simplesmente incrível.

E o melhor é que estamos rodeados de paisagens maravilhosas. No início, depois de passarmos a aldeia, vamos por uma floresta, depois subimos, subimos, e subimos mesmo muito. É a pior parte do percurso, é um bocado exaustivo de facto, mas no final valeu a pena, bastou olhar em redor.

Abastecemos os “depósitos”, bebemos um pouco de água, e apreciamos as vistas. Depois seguimos, e um pouco mais à frente chegamos aos miradouros, e às ditas Fisgas de Ermelo. São umas cascatas lindas que fazem o nosso esforço valer a pena, bem como as Piócas de Cima, um lago onde nos refrescámos um pouco.

Seguimos o rio, chegamos a uma aldeia e atravessamos para o outro lado da margem, onde existe um tanque de água potável para encher as garrafas. E eis que começou a descida. A descida não é tão abrupta como a subida, por isso esta parte faz-se bem.

E então temos mais alguns quilómetros até voltarmos novamente à aldeia. O total deste percurso é de 12,4 km e demorámos cerca de 5 horas. No final chegamos exaustos, mas felizes, uma vez que todo o esforço foi sempre compensado com o que as nossas vistas alcançaram!

 

“Mais Pequena”

Em fevereiro de 2020, estivemos no Parque Natural do Alvão para fazer o fantástico trilho das Fisgas de Ermelo.

Demorámos cerca de 5 horas a fazer o percurso de 14Km (fizemos 14Km, mas era suposto fazermos 12Km, porque nos enganámos duas vezes).

Começámos o trilho na aldeia de Ermelo e logo descemos até à Ribeira de Fervença. A partir dali é sempre a subir até às Fisgas de Ermelo.

A subida é muito acentuada e, por isso, é muito cansativa, mas com um bocadinho de coragem tudo se consegue. Todo o esforço é compensado com uma paisagem muito bonita, portanto, vale muito a pena. Como dizia uma placa que encontrámos pelo caminho: “Aqui não há wi-fi, a conexão é outra.” E é mesmo, é um lugar onde nos conectamos com a Natureza e tudo o que ela tem para nos oferecer.

Durante a subida fizemos uma paragem para um piquenique e para nos deslumbrarmos, mais calmamente, com a paisagem.

No cimo da subida, fizemos um pequeno desvio para conhecermos as Piocas de cima, que são umas lagoas de água cristalina, mas gelada. Eu ainda me molhei um bocadito e o meu papá ainda ponderou dar um mergulho, mas…

De seguida passámos pela aldeia de Varzigueto, pelo miradouro das Fisgas de Ermelo e a partir daí foi sempre a descer até à ponte da madeira sobre o rio Olo a depois sempre a subir até ao final do percurso, que termina onde começámos, ou seja, na aldeia de Ermelo.

Eu gostei muito de fazer o trilho, que apesar de ser um pouco exigente, me proporcionou uma tarde muito bem passada, pois descobri sítios maravilhosos e vivi sensações muito boas!

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Sobre

Olá, o meu nome é Carla Ferreira. Vivo em Viseu com a minha família, o marido Leonel e as filhas Sofia e Francisca.

Somos apaixonados pelo mundo, pela Natureza, pelas pessoas, culturas e tradições. Somos inquietos, sempre com uma vontade enorme de explorar mais e mais, de estar constantemente à procura. Privilegiamos muito o conhecimento, a valorização, a preservação e a sustentabilidade do planeta Terra. 

Explorar o mundo e partilhá-lo com as pessoas são das coisas que mais gostamos de fazer.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram