Destinos


 

Ilhas Ciés - Galiza

 

#continuandoàprocura  dos pequenos paraísos terrestres, as ilhas Ciés, no norte de Espanha, junto a Vigo, tornaram-se conhecidas em 2007, depois do jornal britânico The Guardian, as ter tirado do anonimato quando escreveu que a praia de Rodas era a praia mais bonita do mundo.

As ilhas Ciés são um paraíso low cost, porque há poucas mordomias, pouco consumismo, no entanto, há cada vez mais consumidores e consequentemente mais confusão e mas ruído. Contudo, o paraíso existe, se as pessoas se afastarem ligeiramente da praia de Rodas e caminharem para a direita para norte e para a esquerda para sul, aí é possível encontrar praias idílicas, dignas de qualquer postal.

As ilhas Ciés fazem parte do Parque Nacional Marítimo e Terrestre das Ilhas Atlânticas da Galiza, possuindo um dos maiores exemplos dos ecossistemas das costas e fundos marinhos atlânticos espanhóis desde 2002.

São perfeitas para quem gosta de férias na Natureza, fazer caminhadas e observar pássaros. É proibido levar animais para as ilhas, exceto cães guia, não há caixotes do lixo, a não ser no parque de campismo e no restaurante, portanto, todo o lixo que se fizer deverá ser levado de volta para o continente. Não há carros a circular, não é permitido levar conchas ou flores, é proibido fazer fogo e deve-se, sobretudo, respeitar o silêncio para preservar a tranquilidade.

Praias

Praia de Rodas

          

A cor da areia fina e branca e a cor da água, ora azul-turquesa, ora verde-esmeralda de um mar translúcido e cristalino atribuiu-lhe pelo The Guardian em 2006, o título de praia mais bonita do mundo.

A visão de uma extensão de areia com mais de um quilómetro a ligar as ilhas do Norte às do Centro do arquipélago é verdadeiramente fantástica! Esta é a maior praia deste arquipélago de três ilhas. Mede 1300 metros de comprimento por 60 metros de largura.

Daqui partem os principais percursos pedestres que levam a outras praias, ao restaurante, ao parque de campismo e a muitos outros pontos de interesse.

Esta praia conta com alguns serviços públicos como Cruz Vermelha, Posto de vigilância e primeiros socorros, restaurantes, informação turística e acesso ao Parque de Campismo.

Praia de Cantareira e Praia das Margaridas

Estas duas praias encontram-se perto do Parque de Campismo, o seu areal possui grandes e pequenas rochas que podem tornar a estadia na praia um pouco menos cómoda, mas ótimas para quem prefere estar sozinho e ter uma praia só para si.

A Praia das Margaridas é pequena, o que a torna calma e muito pouco ventosa.

Praia Areíña e Praia de Mexieiro

Estas duas praias estão localizadas junto ao cais de Rodas do seu lado direito. Pode-se aceder a estes areais através de um caminho que passa pelo restaurante da Ilha.

São praias pequenas, mas com areal suficiente para se sentir numa praia privada, pois não costumam ter muita gente. Junto a elas podemos ver a Ermida da Virgem do Carmo. A água é cristalina e turquesa como em toda a ilha apesar de fria.

Praia de Nossa Senhora

Esta praia também é conhecida por praia de Carracido.

É uma pequena enseada protegida, muito recomendada quando o vento sopra do norte. Tem um areal branco e brilhante com 140 metros de comprimento e uns pequeninos 20 metros de largura. Está rodeada por pequenas rochas, que também podem servir para estender as tolhas, caso o areal diminua à medida que a maré enche.

É neste local que atracam os barcos particulares e pequenos veleiros que escolhem estas ilhas para passar um belo dia de praia.

Praia dos Bolos

Mesmo ao lado da Praia de Rodas, na continuação daquela imensidão azul de mar cristalino está a praia dos Bolos.

Também há quem a chame de Praia das Conchas, pois o seu areal branco está muitas vezes coberto por um lençol de conchas. As rochas pintadas de verde mergulham no azul-turquesa destas águas tão brilhantes, uma visão celestial.

Praia das Figueiras ou Praia dos Alemães (Naturista)

Esta praia tem um extensão de 350 metros com apenas 50 metros de largura, está localizada no trilho que segue pelo lado direito partindo da praia de Rodas.

As águas translúcidas pintadas de verde-esmeralda condizem com a paisagem verdejante que a circunda.

O sol tórrido é suavizado por uma brisa fresca com aroma a eucalipto, ou não estivesse este areal rodeado por um bosque repleto destas árvores típicas da paisagem mediterrânica.

Aqui é habitual a prática do nudismo, talvez por essa razão seja conhecida também pelo nome “praia dos alemães”, pois muitos turistas estrangeiros procuram-na por ser uma praia naturista.

Praia de San Martino

Esta praia está localizada na Ilha Sul, apenas sendo possível aceder se tiver um barco particular. O areal mede cerca de 300 metros e a praia é um pouco mais ventosa que as enseadas pequenas da Ilha do Norte pois não está rodeada por rochas e tem uma extensão maior. Mas o azul-turquesa e cristalino das suas águas mantém-se e o mar convida a banhos refrescantes.

Para a praia de San Martino ou do Sul não há qualquer transporte público, sendo apenas permitidas embarcações privadas e devidamente autorizadas.

Atividades

Trilhos Pedestres

Existem 4 percursos possíveis para fazer e todos estão devidamente marcados no local e num pequeno mapa que se pode levantar no Ponto de Informação à chegada às ilhas. O mais longo e exigente é a Ruta del Faro de Cíes, que demora cerca de 2h30-3h ida e volta e tem um desnível de 175 metros.

1 - Ruta del Faro de Cies

É o percurso com maior contraste de paisagens, desde a praia de Rodas até ao miradouro do farol das Ciés, com o oceano de um lado e a ria do outro.

Distância: 3,5 Km

Duração: 1h 30m

Desnível: 175 m

2 - Ruta del faro da Porta

          

É o passeio pedestre mais suave, sempre junto ao mar. Pode-se observar os peixes do lago, a praia de Nossa Senhora e a paisagem rochosa do farol da Porta.

Distância: 2,6 Km

Duração: 1h

Desnível: 55 m

3 - Ruta del Alto do Príncipe

Ascende lentamente desde a praia de Rodas até aos abruptos acantilados do Alto do Príncipe. Pelo caminho pode-se observar a vegetação própria da ilha.

Distância: 1,7 Km

Duração: 45 m

Desnível: 122 m

4 - Ruta del Faro do Peito

Este percurso dirige-se para a zona norte da ilha, local onde se pode observar a panorâmica das rias, os acantilados da Costa da Vela e a ilha de Ons.

Distância: 2,5 Km

Duração: 1h

Desnível: 60 m

Mergulho Aquático

Os fundos marinhos das Ciés encontram-se numa zona de transição entre o Atlântico e as Rias, numa mistura de águas doces e salgadas, o que favorece a concentração de micronutrientes e microrganismos. Nestas ricas águas crescem algas vermelhas e verdes, esconderijos de várias espécies. As áreas arenosas atraem moluscos, linguados, rodovalhos e solhas, enquanto os recantos mais rochosos abarcam lavagantes, mexilhões, percebes e polvos. Para quem não pratica mergulho pode ficar com uma ideia da fauna marinha das Ciés visitando o aquário selvagem e natural construído perto da zona de campismo, a boca do Lago dos Nenos, formado pela ponte de pedra que reforça a zona mais exposta da praia de Rodas. Para mergulhar deve requerer autorização escrita, mediante o preenchimento de um formulário, ou aviso com 24h de antecedência para o telefone +34 986687502. O centro de mergulho do parque de campismo organiza excursões subaquáticas, que duram cerca de 3h e custam 25€/pessoa (+34 986438358).

Para Chegar 

Norte de Portugal

Quem se dirige do norte de Portugal, basta apanhar a A3 Braga – Valença, passar por Tui e seguir até Vigo. Caso prefira a estrada litoral pode ir até Vila Nova de Cerveira e seguir até Baiona, ou então, atravessar de ferry desde Caminha até A Guarda e depois junto à costa até Baiona, foi este último, o trajeto que fizemos.

Caís Maritimo

Em Baiona (no porto), Cangas ou em Vigo (na estação marítima) atravessa de ferryboat a ria de Vigo até às ilhas. As ligações estão disponíveis desde o primeiro fim-de-semana de Junho até ao primeiro fim-de-semana de Setembro.

Ilhas Cíes

A viagem dura cerca de 45 minutos e, com sorte, poderá avistar roazes (golfinhos autóctones). Existem três empresas a operar para as ilhas. Com partidas de 2 em 2 horas, entre as 9h45 e as 19h. Os bilhetes de ida e volta rondam os 18€/adulto e 6€/criança em Julho e agosto.

Uma vez que os veículos motorizados estão proibidos nas ilhas, tem de deixar o carro em nos locais de partida dos ferrys.

Pode adquirir os bilhetes no cais de embarque, ou na Internet, uma óptima opção para evitar o congestionamento que existe, sobretudo na época balnear alta.

Bilhetes de Barco On-Line – ILHAS CÍES:

Empresa Mar de Ons

http://www.mardeons.com/

Empresa NABIA

http://www.piratasdenabia.com/

Empresa Cruceros Rias Baixas

http://www.crucerosriasbaixas.com/

Para Comer

A gastrononomia e os três cafés-restaurantes, na ilha do Norte, deixam muito a desejar. A relação qualidade-preço é desproporcional, e os pratos são de pouca originalidade. As pequenas doses de calamares e de paella rondam os 8€ e o prato de polvo à Galega 12€.

Logo à chegada junto ao cais está um dos restaurantes, sempre com muita gente.

O outro fica situado no campismo, uma cerveja ou baguete custam 2,2€ e uma refeição custa cerca de 15€ com bebida e sobremesa. O terceiro fica após o campismo, O Serafim, ligeiramente mais caro e com serviço à mesa. O mini-mercado existente ao lado de um dos restaurantes tem pouca quantidade de produtos, e o pão tem de ser encomendado na véspera. O ideal mesmo é ir prevenido com a sua lancheira, uma opção mais económica. Convém saber que todo o lixo produzido tem de regressar na sua bagagem.

Para Dormir    

Não há hotéis nestas ilhas. Como é um espaço protegido, e o número de visitas diário é limitado (2200 pessoas/dia e 800 pernoitas), deve reservar o bilhete de barco e/ou a estadia, através da Internet.

Apenas existe a possibilidade de fazer uma excursão de um dia de barco, ou passar um fim-de-semana ou uma noite em regime de campismo.

Chegados ao cais de embarque, o parque de campismo, que se recomenda, fica no meio de um pinhal, a apenas 50 metros da praia. Pode-se levar tenda, custa cerca de 25€ para duas pessoas, ou então, alugar uma tenda do parque pelo valor de 50€ para duas pessoas na época alta.

Caso leve bagagem, apenas consegue arranjar carrinhos de mão disponibilizados pelo camping para a carregar.

Não convém esquecer que é necessário fazer reserva previamente.

Camping Islas Cíes

#Galeria