Carla & Leonel

Carla & Leonel

Locais Imperdíveis na Toscana

San Gimignano

San Gimignano - Toscana

Vila medieval que permaneceu quase intacta desde o fim do século XIV até à atualidade. Apesar de ser pequena conta com duas ruas principais: a Via San Matteo e a Via San Giovanni e quatro praças: Piazza della Cisterna, Piazza del Duomo, Piazza Pecori e Piazza delle Erbe.

As 14 torres medievais que se conservam até hoje (das 58 que foram construídas pelas famílias mais influentes da época) são a imagem de marca de San Gimignano.

Visitar o Duomo, a Collegiata, o Palazzo Comunale e a Torre Grossa é obrigatório, perder-se pelas estreitas ruas medievais uma mais valia.

 

Volterra

Volterra - Toscana

Vila cercada por muros com ruas que parecem recriações históricas da época medieval. Está localizada numa colina com 450 metros acima do nível do mar, entre os vales de Cecina e dell’Era.

De origem etrusca, a maior parte de seus edifícios são datados entre o século XII e XIII. As principais atrações são o Museu Etrusco Guarnacci, a Catedral de Santa Maria Assunta, o Palazzo dei Priori, além do Teatro Romano do século I A.C e cisternas romanas, que ficam no bonito parque Enrico Fiumi. Para além destes pontos de interesse, as pequenas ruas de pedra com os seus muitos restaurantes e lojinhas, por si só, já são um charme. As oficinas de artesanato e os objetos de alabastro feitos à mão também merecem uma atenção.

O cenário do Vicolo Mazzoni, o beco medieval mais antigo do mundo, foi utilizado para as brincadeiras dos Volturi, uma família nobre de vampiros. Hoje o lugar é conhecido como “o beco dos vampiros”, mas antigamente o local era chamado pelos moradores de o “o beco do mictório”.

 

Monteriggioni

Montiriggioni surge com os seus muros ainda bem preservados, em plena região de Chianti, no alto de uma colina. Foi construída no início do século XIII e transformou-se num posto militar com o objetivo de defender as fronteiras do norte de Siena contra as invasões florentinas.

Ainda hoje, a cidade se mantém praticamente com a mesma estrutura da época em que foi construída. As suas muralhas foram feitas com grandes blocos de pedra e as suas 14 torres foram imortalizadas por Dante na Divina Comédia, como alegoria ao abismo mais profundo do mundo, em Inferno: “sobre o muro arredondado, Monteriggioni é coroada por torres, então na margem infernal que o fosso circunda, guerreavam os terríveis gigantes, apenas com a metade de seu corpo encouraçado”.

 

Siena

Siena - Toscana

Segundo a lenda, Siena foi fundada pelos filhos de Reno e durante os meses de julho e agosto recebe o tradicional Pálio de Siena, a corrida de cavalos mais antiga do mundo.

As suas construções de estilo gótico marcam o cenário, que por sinal, se encontra muito bem preservado.

Na Piazza del Campo, Património Mundial da UNESCO, estão as principais atrações de Siena. A própria praça, que é inclinada, é onde acontece o grande Pálio de Siena, constitui também um ponto de encontro na cidade. Nesta praça, estão localizadas a Fonte Gaia, uma fonte ornamentada com esculturas, o Palazzo Comunale, construído no século XIII, o Museu Cívico e a Torre del Mangia, uma torre medieval construída a partir de 1338.

Na Piazza del Duomo, localiza-se o Duomo de Siena que começou a ser construído em meados do século XII, um símbolo da arquitetura gótica italiana, e o Batistério.

 

Castellina in Chianti

Este vilarejo preserva ainda a forma quadrilateral da antiga fortificação medieval.

Passear pela Via Ferruccio, que é a rua principal, explorar o túnel subterrâneo, chamado Via della Volte, que está repleto de uma variedade de pequenas lojas artísticas e gastronómicas, visitar a fortificação principal, chamada Rocca, e sua enorme torre do século XIV, e a Igreja de San Salvatore, são os pontos de destaque.

 

Colle Val D´Elsa

Colle Val D´Elsa - Toscana

Colle di Val d’Elsa surgiu no século X. Foi no final do século XII que começou a se desenvolver. A sua história é caracterizada por episódios frequentes de violência. Um dos mais famosos deles foi a batalha de 1269, entre os guelfos e gibelinos, que teve importantes repercussões no equilíbrio político na Toscana.

Durante o século XVI, Colle di Val d’Elsa ainda fazia parte da esfera de Florença. Lentamente foi ganhando força graças às famílias Medici e Usimbardi, tornando-se uma província independente.

A localidade era constituída por três áreas independentes – Borgo di Santa Caterina, Castello di Piticciano e Piano – que foram agrupadas. Os dois povoados mais antigos eram frequentados pelas classes dominantes enquanto que Piano abrigava uma área industrial responsável pelo fabrico de papel. Com o passar do tempo novas atividades económicas começaram a movimentar a cidade que passou a produzir cristais em grande quantidade.

Assim, Colle di Val d’Elsa ficou conhecida, no século XIX, como a “Cidade de Cristal”, a Bohemia da Itália, chegando a ser responsável pela produção de 15% dos cristais do mundo.

 

Montalcino    

Montalcino constitui uma passagem obrigatória no roteiro dos apaixonados por vinho. 

Os pontos de interesse são a La Rocca, uma fortaleza de defesa do século XIV que circunda a cidade, a Catedral do Santissimo Salvatore, o Duomo de Montalcino, a Igreja da Madonna del Socorsso, uma igreja com diferentes estilos, construída na época medieval, e ampliada durante o Renascimento, decorada com altares barrocos e completada com fachada de estilo neoclássico. 

Também a Piazza del Poppolo e Palazzo dei Priori, centros políticos da cidade merecem uma paragem.

Além da visita aos pontos históricos, as enotecas da cidade para degustar o Brunello di Montalcino constituem ainda um ponto de grande interesse.

 

Montepulciano

Montepulciano é uma cidade pequena, que respira Idade Média. A partir de qualquer um dos seus principais portões: Porta al Prato ou Porta delle Farine, o centro histórico com a sua rua principal, chamada Corso, cheia de todos os tipos de lojas, encontra-se a breves minutos.

Pelas ruas encontram-se uma série de sumptuosos e elegantes palácios, igrejas e edifícios renascentistas. As mesmas ruas levam até a Piazza Grande, local onde decorreram parte das filmagens da Saga Twilight. Aqui destaca-se o Duomo, dedicado a Santa Maria Assunta, construída entre 1592 e 1630, o Poço Medieval, e o Palazzo dei Capitano del Popolo. 

Dentro das muralhas pode-se visitar a Igreja Sant’Agnese com o seu imponente portal gótico, a Porta de Gracciano, restaurada em 1500, e a coluna de Marzocco, feita de mármore.

Uma visita a esta cidade não fica completa se não explorar uma ou mais adegas e provar o Nobile di Montepulciano”.

Fora das muralhas, a Igreja de San Biagio, considerada uma obra-prima do renascimento, também merece uma visita.

 

Sarteano 

Sarteano esbanja História e tradição. Dentro da cidade, a 525 m de altitude, pode-se admirar o castelo quadrado do século X de Sarteano, as igrejas de San Martino e Santa Vittoria, a igreja de St. Frances, o convento de Santa Chiara, o Palazzo Cennini, do século XV, e o Palazzo Goti-Fannelli, do século XVI.

 

Vinhedos e Paisagens da Toscana

Vinhedos e Paisagens da Toscana

Os vinhedos, as paisagens e os pequenos povoados da Toscana obrigam a paragens constantes, quer para admirar os cenários únicos, que para degustar vinhos de excelência.

É nesta região que se concentram os vinhos Brunello di Montalcino e o Nobile di Montepulciano, vinhos premiados e admirados pelos enólogos do mundo do vinho.

Castelo Banfi, por exemplo, é uma vinícola muito grande, onde se situa a propriedade privada da família. Os vinhedos são deslumbrantes, e a estrutura agro e enoturismo é muito bonita.

 

Para Fotografar

Toscana

Entre Siena e Montepulciano existe um dos spots mais concorridos para a típica fotografia que melhor ilustra a Toscana. Fica próximo do Agriturismo Baccoleno, na estrada entre Asciano e San Giovanni d´Asso concretamente.

 

Para Comer     

 Panineria Al Vicolino (Volterra)

Espaço muito pequeno, mas enorme na qualidade das diversas sandes que serve. Fica numa das ruelas de Volterra, próximo da praça principal. Fez-se o pedido no interior, ao balcão, e come-se no exterior numa das mesinhas espalhadas pela rua.

O Panini Toscani vegetariano ou o Panini Toscani de Mozarella e tomate são as escolhas acertadas.

 

Restaurante La Ducareccia (Hotel Il Piccolo castello) 

Genuinidade dos ingredientes, atenção à tradição culinária toscana são os pontos fortes do restaurante.

A estes, junta-se o espaço, um jardim de inverno transformado numa bonita sala envidraçada muito charmosa.

Os pratos são de comer e pedir mais. As pastas e os risotos são as iguarias que desfilam no menu. Os doces e os vinhos da região completam a experiência.

 

Para Ficar

Il Piccolo Castello

Il Piccolo Castello - Toscana

O hotel de quatros estrelas Il Piccolo Castello com 50 quartos, elegantemente decorados, encontra-se à sombra da Fortaleza de Monteriggione, a fortaleza que historicamente protegeu a cidade de Siena de ataques militares.

O hotel, uma joia de estilo neoclássico sienense, é composto por várias estruturas conectadas entre si e articuladas num único piso em forma de U que converge para um bonito espaço ajardinado com uma piscina.

Este hotel é um autêntico charme. Desde a sua arquitetura, passando pela decoração requintada e terminando na gastronomia, o espaço esbanja uma atmosfera tipicamente Toscana, bem ao estilo château.

Share this post

Sobre

Olá, somos a Carla, o Leonel, a Sofia, a Francisca, e adorámos partir à descoberta do mundo juntos!

Aqui, partilhámos os vários destinos que já visitamos, os hotéis onde ficamos hospedados e os restaurantes que experimentámos. Queremos inspirar quem nos visita, a viajar e a experimentar, pois consideramos que a vida é uma soma de experiências e uma constante procura. Nesta procura, buscamos locais, espaços, gastronomia, cultura, pessoas e, acima de tudo, a felicidade que é poder conhecer, valorizar e preservar o mundo maravilhoso que temos.

Artigos Recentes

Like Us on Facebook

Follow us on Instagram