Carla Ferreira

Carla Ferreira

Madeira – Portugal

 

#continuandoàprocura  de locais paradisíacos únicos, a Madeira, uma ilha pertencente ao arquipélago português com o mesmo nome, reúne um conjunto de fatores que a distingue de muitas outras.

Nós estivemos no arquipélago da Madeira em 2009, pelo período de uma semana, durante a qual tiramos três dias para conhecer a ilha de Porto Santo, para a qual nos deslocamos de ferry, no conhecido “Lobo Marinho”, na Porto Santo Line, uma viagem de cerca de 2h 20m.

Aqui conjugam-se paisagens deslumbrantes, florestas densas, verdejantes, montanhas vulcânicas, jardins com flores de cores exuberantes, sabor a maracujá e mergulhos no mar azul do Atlântico. Um clima ameno durante todo o ano é mais um dos motivos para visitar este pequeno paraíso perdido na imensidão do oceano.

Conhecer a Madeira é “sentir-se nas nuvens” no cume do Pico do Areeiro e admirar paisagens indiscritíveis, arrebatadoras mesmo. É caminhar pelas “levadas”, canais de irrigação escavados na rocha pelo homem, que percorrem a floresta encantada da Laurissilva, considerada Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Descobrir a Madeira é passear ao longo da belíssima baía do Funchal, percorrer vilas pitorescas, do mar às montanhas, cenários únicos, dignos de maravilhosos postais ilustrados.

Sentir a Madeira é ser recebido com grande carinho e hospitalidades das suas gentes, num ambiente tranquilo e muito descontraído.

Saborear a Madeira é provar o vinho da Madeira, o bolo de mel, o peixe-espada preto, as lapas, o “bolo do caco”, a doce banana e outras iguarias.

Há atividades na natureza para todos os gostos e idades. Desde o mergulho no fundo do mar, a passeios a pé ou de bicicleta, ao longo das veredas e algumas levadas, ou simplesmente parar um pouco para comtemplar as magníficas tonalidades de um fabuloso pôr do sol.

 

Alojamento

     

A ilha da Madeira oferece uma grande diversidade e qualidade no que toca ao alojamento. Para além de hotéis diferenciados e dispersos, reconhecidos pela sua excelência e tradição de bem receber, há também uma vasta gama de estalagens e apartamentos turísticos. As escolhas vão desde casas de turismo rural, um retiro à beira mar, acolhedoras Quintas, casas senhoriais, pousadas e até mesmo parques de campismo.

Nós escolhemos o Pestana Casino Park e o Tivoli Ocean Park, ambos localizados no Funchal.

 

Gastronomia

A Madeira oferece uma gastronomia rica e inigualável, desde a comida típica regional à cozinha internacional. Devido à proximidade com o mar há um sem número de pratos de peixe e marisco. Filetes de espada, bifes de atum, cavala, lapas e polvo são alguns dos pratos de peixe mais apreciados.

Outros pratos típicos regionais são a espetada de carne de vaca, cortada em cubos e assada em espeto de pau de louro, acompanhada com milho frito, e ainda a famosa sandes de carne de vinha d´alhos, feita com carne de porco marinado.

O Bolo do Caco é um ex-libris da gastronomia madeirense. Apesar de ter nome de bolo, trata-se de um tipo de pão confecionado com farinha de trigo, com um formato arredondado e achatado, cozido numa pedra (caco) e comido, preferencialmente, quente e com manteiga de alho. Existe também o chamado pão de casa feito com batata-doce, um alimento muito utilizado na ilha.

No que diz respeito à fruta, a Madeira é um verdadeiro paraíso. As frutas como a banana, a pera-abacate, a anona, a cereja, a pitanga, a papaia e o maracujá são abundantes na região.

Em relação à doçaria, a Madeira apresenta uma mesa rica. O Bolo de Mel, as Queijadas de Requeijão e os rebuçados de funcho e eucalipto são muito apreciados. Quanto às bebidas existem os sumos de maracujá, a poncha, confecionada com aguardente de cana, mel e limão) e claro, o famoso Vinho Madeira.

 

Vinho Madeira

O Vinho Madeira tem um passado histórico com cerca de cinco séculos e é mundialmente apreciado e reconhecido. A qualidade vem da riqueza do solo, da diversidade do clima e ainda do processo e o tipo de casta cultivada.

A casta Sercial representa o vinho seco, ideal como aperitivo, um vinho de cor clara, leve e muito perfumado. O verdelho encabeça os vinhos meio-secos, vinhos delicados, bastante perfumados, de cor dourada, indicado para acompanhar refeições.

A casta Boal, meio-doce, suave, nobre e de cor dourada escura, é a mais recomendada para os assados e as sobremesas. Entre as refeições ou à sobremesa, o destaque vai para a casta Malvasia, que representa o vinho doce encorpado, de perfume intenso e cor vermelha.

Os apreciadores do Vinho Madeira podem ainda participar nas vindimas da Festa do Vinho Madeira, que ocorre nos finais de agosto e início de Setembro.

 

Atividades ao Ar Livre

A ilha da Madeira apresenta ótimas condições geográficas e climáticas para a prática das mais diversas atividades ao ar livre, especialmente as caminhadas nas levadas e veredas.

As qualidades terapêuticas do clima da Madeira são bastante procuradas, uma vez que são benéficas para a cura de doenças do foro respiratório. Mergulhar em águas calmas e límpidas do oceano, tirar partido dos extratos de algas e plantas, do aroma das flores e do ar puro, são atividades fantásticas.

 

Levadas e Veredas

As veredas e as Levadas são percursos pedestres nas mais belas paisagens da ilha. As Levadas têm a função de levar água ao longo de canais escavados na rocha pelo homem, um engenhoso e admirável sistema de irrigação que começou a ser construído no século XVI.

Na Madeira existem cerca de 3000 Km de Levadas e veredas para explorar. Os percursos pedonais recomendados são classificados como Pequenas Rotas (PR), num total de 30, distribuídas por toda a ilha, com mais prevalência na costa norte e sudoeste. A maioria dos percursos é acessível a qualquer pessoa existindo, no entanto, vários graus de dificuldade, pelo que se aconselha recorrer ao apoio de empresas específicas que fazem o acompanhamento nestes percursos.

 

Floresta Laurissilva

A Floresta Laurissilva, considerada pela UNESCO como Património Natural Mundial desde 1999, remonta à Era Terciária e foi considerada uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal. A Madeira possui também uma grande variedade de flora, com algumas preciosidades, como a Orquídea da Serra e a Godiera da Madeira. As árvores de grande porte da Laurissilva são o til, o loureiro, o vinhático e o barbusano.

A nível da fauna, destacam-se quatro espécies endémicas, tais como o pombo-torcaz, a freira-da-madeira, a freira-do-bugio e o bis-bis, a ave mais pequena da ilha.

 

Reservas Naturais

A Madeira tem um conjunto de áreas protegidas, terrestres e marítimas, que a tornam num destino ecológico:

– A Reserva Natural parcial do Garajau é um dos principais destinos turísticos mundiais para a prática de mergulho, para observar amistosos peixes de grandes dimensões como o Mero.

– A Reserva Natural das ilhas selvagens é uma das mais antigas de Portugal e é considerada um “santuário ornitológico” devido às condições que estas ilhas apresentam para a nidificação de aves marinhas.

– A Reserva Natural das ilhas desertas representa o último refúgio atlântico para a foca-monge, designada por lobo-marinho.

 

Praias e Piscinas

Na Madeira as praias são de calhau rolado, no entanto, em algumas zonas da ilha existem praias de areia natural, como:

– Prainha (Caniçal)

– Praia do Porto (Seixal)

– Praia da Alagoa (Porto da Cruz)

– Praia Formosa (Funchal)

Há também duas praias de areia amarela importada:

– Praia da vila da Calheta

– Praia da cidade de Machico

Na Madeira existem ainda vários complexos balneares com piscinas e acesso direto ao mar, a maior parte deles com infraestruturas muito completas.

A madeira é ainda uma ilha muito completa no que diz respeito ao turismo ativo, com uma série de atividades e desportos para todos os gostos, quer em terra, quer no mar.

Também é muito rica do ponto de vista das tradições e costumes, e no que toca a arraias repletos de animação, sendo o folclore uma das maiores manifestações da tradição cultural da Madeira, com o “bailinho” acompanhado de vozes e acordes musicais. Os bordados da madeira e as peças em vime fazem parte do fantástico artesanato madeirense.

Sendo a Madeira um destino de animação muito diversificado ao longo do ano, convém destacar os principais eventos:

– Festas de Natal e Fim de Ano

– Carnaval

– Festa da Flor (abril e maio)

– Festa do Atlântico (junho)

– Festa do Vinho (finais de agosto e início de setembro)

– Festival da Natureza (outubro)

 

Principais Destaques

Funchal

Principal cidade da ilha, está situada na costa sul da Madeira, numa fantástica baía em forma de anfiteatro natural, marcado por montanhas, vales, ribeiras, árvores centenárias, jardins floridos e casas com telhados de cor terracota. Com um ambiente caloroso das cidades pequenas, é bonita, limpa, tranquila e muito cativante, sendo os pontos fortes:

– Caminhar ao longo das principais ruas pedonais

– Admirar os monumentos e museus dos núcleos históricos: Sé, São Pedro e Santa Maria Maior

– Descobrir a cidade à beira-mar

– Descobrir a Zona Velha

– Conhecer o Mercado dos Lavradores

– Percorrer os caminhos do Monte (o Monte está localizado a 550 metros de altitude, pelo que o melhor meio para lá chegar é de teleférico e no regresso num dos típicos carros de cesto, movidos graças à perícia dos “carreiros do Monte) e aproveitar para conhecer o fabuloso Jardim Botânico

– Passear ao longo da promenade do Lido

– Relaxar nos jardins e parques da cidade

– Surpreender-se com as vistas nos miradouros (Pico de Barcelos, o miradouro do Pináculo e o miradouro das Cruzes)

– Divertir-se nesta cidade sempre em festa

 

Praias e Piscinas

– Clube Naval do Funchal

– Complexo balnear do Lido

– Complexo balnear da Ponta gorda

– Complexo balnear da Praia Formosa

– Complexo balnear da Barreirinha

 

Jardins e Parques

– Jardim Municipal

– Parque de Santa Catarina

– Jardim Botânico

– Jardins do Palheiro

– Jardins da Quinta da Boa Vista

– Jardim Municipal do Monte

– Jardim Tropical Monte Palace

– Jardim Panorâmico

– Jardim Quinta Magnólia

– Jardim da Ajuda

 

Museus e Monumentos

– Museu de Arte Sacra

– Museu Madeira Wine

– Museu Henrique e Francisco Franco

– Museu do Bordado

– Núcleo Museológico “Cidade do Açúcar”

– Fortaleza e Palácio de São Lourenço

– Sé Catedral

– Porta da Cidade – Largo dos Varadouros

– Teatro Municipal Baltazar Dias

– Casa-museu Frederico de Freitas

– Museu da Quinta das Cruzes

– Museu Municipal do Funchal

– Igreja de São João Evangelista

– Igreja de são Pedro

– Igreja e Convento de Santa Clara

– Igreja Inglesa

– Fortaleza do Pico

– Mercado dos Lavradores

– Museu da Eletricidade

– Museu Madeira Story Centre

– Museu do Brinquedo

– Igreja do Socorro

– Fortaleza São Tiago

– Mseu CR7

– Madeira film Experience

– Design Centre Nini Andrade Silva

– Forte de São José

 

Porto Moniz

     

– Visitar as piscinas naturais de Porto Moniz e seixal

– Viajar de teleférico nas Achadas da Cruz

– Explorar o Chão da Ribeira, um refúgio de beleza natural

– Descobrir a caldeira vulcânica do Fanal a 1120 metros de altitude

– Admirar as vistas da foz da Ribeira da Janela

– Deslumbrar-se com a cascata do Véu da Noiva

– Levada do Moinho

– Vereda do Fanal

– Levada dos Cedros

– Vereda da Ribeira da Janela

– Jardim e Frente Mar do Porto Moniz

– Parque dos Lamaceiros

– Centro de Ciência Viva

– Aquário da Madeira

 

São Vicente

– Conhecer as emblemáticas capelas de São Vicente

– Descobrir a Rota da Cal

– Visitar as grutas e o centro de Vulcanismo

– Conhecer Ponta Delgada

– Percorrer as ruas do centro de São Vicente

– Levada da Fajã do Rodrigues

– Caminho do Norte

– Vereda do Chão dos Louros

– Jardim de Plantas Indígenas da Madeira

 

Santana

     

– Assistir ao nascer do sol no Pico Ruivo

– Admirar as vistas do miradouro dos Balcões

– Descobrir o lago do Caldeirão Verde

– Relaxar no Parque Florestal das Queimadas

– Visitar a Reserva Natural da Rocha do Navio

– Admirar as vistas do Fortim do Faial

– Visitar as casas típicas de Santana

– Descobrir as paisagens arrebatadoras da Levada do Rei

– Vereda do Areeiro

– Vereda da Ilha

– Visitar o Pico Ruivo e explorar um dos percursos mais espetaculares da ilha

– Vereda do Pico Ruivo

– Levada do Caldeirão Verde

– Vereda dos Balcões

– Levada do Rei

– Jardim da Biosfera

– Parque Temático da Madeira

– Roseiral da Quinta do Arco

– Parque Florestal do Ribeiro Frio

– Parque Florestal das Queimadas

– Parque Florestal do Pico das Pedras

– Casa-museu Dr. Horácio Bento de Gouveia

– Museu da Vinha e do Vinho do Arco de São Jorge

 

Santa Cruz

– Admirar as vistas do Cristo Rei

– Conhecer a Praia do Garajau

– Visitar o Caniço de Baixo

– Conhecer a Praia dos Reis Magos

– Visitar a Camacha e conhecer o emblemático Café Relógio

– Percorrer as ruas do centro de Santa Cruz

– Jardim Botânico Quinta Splendida

– Largo Conselheiro Aires de Ornelas

– Jardim Municipal de santa Cruz

– Jardim da Quinta do Dr. Américo Durão

– Reserva Natural Parcial do Garajau

– Casa da Cultura de Santa Cruz

 

Machico

– Visitar o Santo da Serra

– Conhecer as principais ruas da cidade

– Conhecer a Feira Gastronómica do Machico

– Visitar o Miradouro do Pico do Facho

– Visitar o Porto da Cruz

– Visitar a Companhia de Engenhos do Norte

– Conhecer a Praia da Alagoa

– Levada do Furado

– Admirar as vistas do Miradouro da Portela

– Admirar as vistas do Miradouro da Baía de Abra

– Conhecer a Reserva Natural de São Lourenço

– Visitar o Miradouro Ponta do Rosto

– Visitar o Museu da Baleia da Madeira

– Relaxar na Prainha

– Vereda das Funduras

– Vereda da Ponta de São Lourenço

– Levada do Furado

– Jardim Municipal do Machico

– Núcleo Museológico Solar do Ribeirinho

– Forte de Nossa Senhora do Amparo

 

Câmara de Lobos

     

– Admirar as vistas panorâmicas do Miradouro do Cabo Girão

– Visitar o Miradouro do Pico da Torre

– Passear pelo centro de Câmara de Lobos

– Contemplar o local Curral das Freiras e o Miradouro da Eira do Serrado

– Visitar a Fajão dos Padres

– Provar a gastronomia típica do Estreito da Câmara de Lobos

– Vereda do Urzal

– Jardim do Ilhéu de Câmara de Lobos

– Museu da Imprensa

 

Ribeira Brava

– Admirar o interior da Igreja da Ribeira Brava

– Deslumbrar-se com a paisagem magnífica da Encumeada

– Vereda da Encumeada

– Caminho Real da Encumeada

– Caminho do Pináculo e Folhadal

– Museu Etnográfico da Madeira

– Solar dos Herédias

 

Ponta do Sol

– Contemplar o pôr do sol

– Descobrir o único planalto existente na ilha, o Paul da Serra

– Desfrutar da área de lazer da Bica da Cana

– Jardim Municipal da Ponta do Sol

– Centro Cultural John dos Passos

 

Calheta

– Visitar a Igreja de Santa Maria Madalena

– Desfrutar da vista panorâmica a partir do Miradouro Trigo de Negreiros

– Descobrir o Rabaçal

– Percorrer o caminho real dos Prazeres ao Paul do Mar

– Visitar a Casa das Mudas

– Saborear o tradicional bolo de mel e a poncha no Engenho da Calheta

– Percorrer os becos e veredas do “paraíso dos surfistas”, o Jardim do Mar   32

– Visitar a Ponta do Pargo no extremo sudoeste da ilha

– Levada das 25 Fontes

– Caminho Real do Paul do Mar

– Vereda do Jardim do Mar

– Jardim Municipal da Calheta

– Parque Florestal da Fonte do Bispo

– Quinta Pedagógica dos Prazeres

– Mudas – Museu de Arte Contemporânea

– Museu e Engenho da Cana-de-açucar

– Museu do Farol da Ponta do Pargo

 

Faial

– Igreja Matriz, totalmente remodelada no século XX

– Fortim da Família Catanho de Menezes, onde ainda estão alguns dos antigos canhões

– Foz da Ribeira do Faial

– Miradouro do Guindaste

– Penha de Águia

– Reserva Natural da Fajã da Nogueira

– Vime e os bordados regionais

– Festividades em honra a Nossa Senhora da Natividade (em Setembro) e ao Senhor Santíssimo Sacramento

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Sobre

Olá, o meu nome é Carla Ferreira. Vivo em Viseu com a minha família, o marido Leonel e as filhas Sofia e Francisca.

Somos apaixonados pelo mundo, pela Natureza, pelas pessoas, culturas e tradições. Somos inquietos, sempre com uma vontade enorme de explorar mais e mais, de estar constantemente à procura. Privilegiamos muito o conhecimento, a valorização, a preservação e a sustentabilidade do planeta Terra. 

Explorar o mundo e partilhá-lo com as pessoas são das coisas que mais gostamos de fazer.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram