Carla & Leonel

Carla & Leonel

Palácio dos Condes de Anadia – Mangualde

O sol brilhava intensamente no céu e os seus raios inundavam a pequena cidade de Mangualde. É nesta magnífica região da Beira que se ergue, em tons de rosa, o sumptuoso Palácio dos Condes de Anadia, uma casa reconstruída por Simão Paes do Amaral durante o século XVII, um dos mais belos palácios do Centro de Portugal.

Este lindíssimo palácio foi durante mais de 40 anos a casa de Família de Paes do Amaral, sendo, ainda hoje, pertença desta família que aqui reside. É ao mesmo tempo uma casa de aparato e uma propriedade agrícola, testemunhada pelas várias construções que aqui encontramos.

A beleza arquitetónica da casa, aliada ao uso exuberante de azulejos, cria um efeito único na arquitetura palaciana em Portugal, sendo um modelo e um expoente do tardio barroco no país. A decisão de abrir esta casa ao público prende-se com uma aposta na sua conservação e valorização.

Deambular nestes espaços é sempre magnífico, é uma oportunidade para nos embrenharmos nas vivências e nos costumes de antigamente, é sentir a história de uma família e ao mesmo tempo a História dos nossos antepassados, é entrar numa atmosfera palaciana e respirar cultura e tradição.

 

Espaços do Palácio

A Entrada de Aparato

A Entrada de Aparato era destinada a carruagens e coches puxados por cavalos, e está preparada para esse efeito: portas largas, chão preparado para carros e animais. As entradas eram mantidas livres e com acesso aos aposentos dos criados. A antiga liteira lembra-nos os meios de transporte dos séculos XVIII e XIX. A partir da entrada estava-se preparado para subir ao andar nobre, através de uma escadaria imponente.

 

Coleção de Trajes 

Esta pequena antecâmara mostra uma parte da importante e extensa coleção de trajes e acessórios que fazem parte do acervo do Palácio de Anadia.

A cronologia destes trajes engloba exemplares desde o século XVIII ao início do século XX, e de vários tipos e categorias.

 

Sala da Ala Norte 

O conjunto de retratos representam membros da família Simão Paes do Amaral e Miguel Paes do Amaral, retratado enquanto jovem oficial na guerra peninsular e como Tenente-Coronel de Cavalaria, envergando a insígnia da Ordem de Malta. Esta pequena galeria familiar conta ainda com um retrato do 1º Conde de Anadia (João Rodrigues de Sá e Mello Menezes Sottomayor.

A sala, com um caráter mais intimista, apresenta uma decoração cujo destaque vai para um belo “tea caddy” em pele de cação e uma caixa licoreira de grandes dimensões.

 

Salão Nobre 

Era uma sala de aparato do palácio onde eram recebidos os convidados da família. Ali destaca-se o conjunto de painéis de azulejos da escola de Coimbra representando simbolicamente as quatro partes do Mundo conhecidas então: Europa, Ásia, África e América, bem como os quatro elementos representados por Deuses Romanos: Ar-Juno, Água-Neptuno, Fogo-Vulcano e Terra-Vénus. O destaque vai também para uma credência em talha dourada encimada por uma notável composição de “pietre dure” assinada por Giovanni Leoni.

 

Sala dos Biscuits

A extraordinária coleção de biscuits é única em Portugal. Materializa a relação que a família tinha com Itália, em que alguns membros serviram como Ministros Plenipotenciários de Portugal na Corte das Duas Sicílias (Nápoles).

Esta porcelana foi fabricada em Nápoles, na fábrica real de porcelana de Capodimonte, criação do Rei Carlos VII das Duas Sicílias (depois Carlos II de Espanha). A sua produção inicial foi muito limitada e os eus exemplares produzidos destinavam-se quase exclusivamente a serem oferta da Família Real.

As 48 figuras representam pequenos grupos escultóricos inspirados pelas escavações de Herculano e de Pompeia que decorreram ao mesmo tempo das comissões de serviços dos ministros anteriormente mencionados.

Há também a registar outra oferta real singular: trata-se de uma coleção de oito medalhões com as efígies das Pessoas Reais da Família das Duas Sicílias.

 

Salão de Baile

Esta sala é revestida de painéis de azulejos atribuídos ao Mestre Sousa Carvalho (Coimbra) representando o “Mundo avessas” inspirados num livro inglês do século XVIII chamado The World Turned Upside Down or The Folly of Man, Exemplified in Twelve Comical Relations upon Uncommon Subjects.  

Dois quadros de corpo inteiro no eixo Leste-Oeste representam Simão Paes do Amaral e João Rodrigues de Sá e Mello (1º Conde de Anadia) da autoria de Domenico Pellegrini.

A meio da sala um quadro de grupo familiar que representa o Ministro de Portugal em Nápoles, José António de Sá Pereira (2º Conde de Anadia) e sua Família, vendo-se figurada no canto superior esquerdo uma paisagem com o monte Vesúvio fumegante.

Um canapé e doze cadeiras de braços do estilo de D. João V transição D. José compõe a sala que tem naturalmente um belo piano Erard.

 

Sala de Jantar

A sala de jantar é um decorativo único em Portugal. A Pintura Decorativa presente nas paredes reflete os gostos e as modas da época, apresentando elementos que seriam servidos nessa mesma mesa. Ao longo dos medalhões pintados é possível observar os tipos de alimentos considerados. A mesa a toda a extensão da sala exibe um serviço marcado pelas iniciais PA (Paes do Amaral), uma produção do início do século XIX.

Um “surtout de table” em prata dignifica o centro da mesa. O acesso à cozinha, no andar de baixo, fazia-se através de um elevador instalado na copa adjacente à sala de jantar.

 

Sala da Ala Sul

Uma sala que atuava como passagem entre as outras salas do andar nobre, mais recolhida e intimista e com acesso à grande varanda exterior.

Destaca-se o quadro do final do século XIX, representando S. M. El Rei D. Luiz. Há que salientar a passagem deste Soberano por Mangualde, aquando da inauguração do troço da linha de caminho de ferro nesta vila. Este retrato inscreve-se nessa régia visita.

Existem igualmente outros dois retratos: um de Miguel Paes do Amaral e outro de Bernardo Paes de Castelo-Branco (Bailio da Ordem de Malta).

 

A Sala do Bilhar

No percurso de uma casa de novecentos, a sala do bilhar assumia particular importância.

A moda dos redutos que começou na centúria de setecentos, resultou na arquitetura doméstica numa série de salas e salinhas destinadas a jogos “De sociedade”. O bilhar assumiu-se desde o princípio como um jogo masculino e, por isso, um reduto exclusivamente masculino.

A sala, que na realidade é uma passagem entre dois espaços, vive esse ambiente masculino de final de novecentos, acentuado pelo sofá em couro, com uma pele de animal. Uma estante de livros de um lado da sala e uma mesa com dois aquários em vidro dourado do final do século XVIII que rematam o esforço decorativo.

Nas paredes podem admirar-se várias gravuras que representam antiguidades gregas e romanas.

 

A Sala da Música 

Esta airosa sala esta finamente decorada com pintura decorativa “Rouge-de-fer” de grande qualidade técnica.

Nos lambris, a pintura por meio de estampas, apresenta motivos inspirados nas obras sobre Herculano e Pompeia. É decorada com alguns móveis pintados a encarnado do século XVII, que pretendem imitar laca da China, os instrumentos musicais têm permitido a sua denominação.

 

Quarto do Bailio 

Neste quarto viveu o Bailio da Ordem Soberana e Militar de Malta, Bernardo, membro da família Paes do Amaral.

No espaço que antecede o leito, permanece o ambiente propício às funções de Bailio, completado com paredes revestidas de várias vistas de batalhas navais travadas pelos cavaleiros de Malta, vistas da ilha de Malta, trajes e uniformes da Soberana e Militar Ordem de Malta, etc.

A alcova que contém o leito é decorada com as insígnias de balio da Soberana e Militar Ordem de Malta. Desta alcova partem umas escadas dissimuladas que dão acesso a uns banhos na planta inferior, formando um conjunto de Caldarium doméstico da maior raridade em Portugal.

 

Capela 

A capela da casa sofreu consideráveis alterações ao longo dos séculos. A sua traça atual é do século XIX.

A invocação da capela é de São Bernardo. No altar pode ver-se um conjunto escultórico e pictórico do ciclo do barroco nacional que representa o dito santo. Sobre este conjunto podem ver-se as armas de Cister (Alcobaça) esculpidas em pedra.

 

Bilhetes

Palácio e Coleção

Adultos – 10€

Crianças – 5€

Estudantes e Séniores – 8€

 

Prova de Vinhos

Adultos – 15€

Crianças –

Estudantes e Séniores – 12€

 

Prova de Vinhos Prémium

Adultos – 30€

Crianças –

Estudantes e Séniores – 24€

 

Palácio e Prova de Vinhos

Adultos – 25€

Crianças – 5€

Estudantes e Séniores – 25€

 

Palácio e Jardins

Adultos – 15€

Crianças – 7,5€

Estudantes e Séniores – 12€

 

Palácio, Jardins e Mata Histórica

Adultos – 25€

Crianças – 12,5€

Estudantes e Séniores – 25€

 

Jardins e Mata Histórica (aprox. 2h)

Adultos – 15€

Crianças – 7,5€

Estudantes e Séniores – 12€

 

Horário    

A partir de dia 1 de novembro 2020:

Terça a sábado com visitas acompanhadas de hora a hora.

Manhãs: 10h – 11h – 12h

Tardes: 14h – 15h – 16h 

As visitas ao Palácios dos Condes de Anadia, incluindo os jardins históricos são sempre em regime de visita acompanhada, com intérpretes do património.

 

IMPORTANTE:

Estão abertos todo o ano para grupos de 11 ou mais visitantes, mediante marcação através do formulário do nosso website ou email.

 

Morada

Largo Conde de Anadia

Mangualde

Telef. 232 622 138

Email: info@palacioanadiamangualde.com

Mais Informações >

Share this post

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Sobre

Olá, somos a Carla, o Leonel, a Sofia, a Francisca, e adorámos partir à descoberta do mundo juntos!

Aqui, partilhámos os vários destinos que já visitamos, os hotéis onde ficamos hospedados e os restaurantes que experimentámos. Queremos inspirar quem nos visita, a viajar e a experimentar, pois consideramos que a vida é uma soma de experiências e uma constante procura. Nesta procura, buscamos locais, espaços, gastronomia, cultura, pessoas e, acima de tudo, a felicidade que é poder conhecer, valorizar e preservar o mundo maravilhoso que temos.

Artigos Recentes

Like Me on Facebook

Follow me on Instagram