Destinos


 

Road Trip: Vila Real Santo António - Benidorm

 
#continuandoàprocura de destinos balneares, decidi no ano de 2015 fazer uma road trip, a minha primeira road trip, com a família (marido e as filhotas), ao volante do nosso carro e estadias em parques de campismo.  Como não queria ir para muito longe de Portugal escolhi o sul de Espanha, desde a fronteira de Vila Real de Santo António a Benidorm. Foi uma road trip de cerca de 1000 Km fantástica pela costa espanhola, com paisagens maravilhosas à mistura, e porque adoramos a praia, com passagem por praias magníficas.
 

 

Passada a fronteira a primeira paragem, antes de nos dirigirmos para junto da costa, foi na cidade de Sevilha. A paragem foi curta, foi apenas para fazer a refeição, pelo que a visita a esta cidade ficará para uma próxima.
Daqui segui para a Costa da Luz, em concreto para El Puerto de Santa Maria, perto de Cádiz onde passei uma noite. Aqui fiz praia numa pequena baía, mesmo ao lado do porto, a praia de areia branca é agradável, não tem ondas e a água é morna. A noite foi passada no Camping Las Dunas, um parque de campismo de 1ª categoria localizado mesmo em frente à praia.

http://www.lasdunascamping.com/

 

 

De novo na estrada, o caminho levou-me por locais como Cádiz junto à costa, passando pela praia de La Cortadura, praia de Punta Paloma, praias sobre as quais já escrevi, Tarifa, etc.

 

 

Seguiu-se Gibraltar que mereceu algum tempo da minha parte, pois para além da beleza natural, estava curiosa para conhecer melhor aquele pedaço de terra em Espanha, mas sob alçada de Inglaterra.
Gibraltar é um território britânico ultramarino, localizado próximo da ponta mais meridional da Península Ibérica, sobre o Estreito de Gibraltar. O estreito é uma separação natural entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico, e entre a Europa e África.
O nome Gibraltar tem origem na expressão árabe Jabal al-Tariq que significa "Montanha de Tarique". A montanha que é um rochedo protege o estreito que une África ao continente europeu. Uma curiosidade desta cidade é que o aeroporto é atravessado por uma estrada por onde se passa obrigatoriamente para chegar ao "rochedo".

 

 

Depois de passar a ponta mais a sul de Espanha, entra-se na designada Costa do Sol e na bela estância balnear de Estepona.

 
 

O dia terminou na maravilhosa estância de Marbella, e quando digo maravilhosa é mesmo isso. De facto, Marbella encantou-me em todos os sentidos, tem praias muitos boas, mas de areia escura, águas mornas e calmas, muita movida, tanto diurna como nocturna, tem glamour, magníficos hotéis e alojamentos, lojas, etc. A paisagem de montanha circundante também é belíssima.
A noite foi passada no Camping Cabo Pino, um campismo de 3 estrelas localizado em Cabo Pino a cerca de 200m da praia.

http://www.campingcabopino.com/

 

 

No dia seguinte, e porque tinha descoberto recentemente na net a cidade de Ronda que fica a cerca de 40Km de Marbella, decidi ver com os meus olhos e confirmar o que tinha visto no ecrã do computador. A visita confirmou e superou as minhas expectativas, pois a paisagem por onde se passa, bem como a própria cidade são maravilhosas. Ronda, foi sem dúvida, um dos locais mais bonitos que tive oportunidade de conhecer em Espanha, pelo que já mereceu também uma publicação pormenorizada.

 

 

De regresso a Marbella, a intenção era continuar a road trip, no entanto, gostei tanto desta zona que decidi ficar mais uma noite.

 

 

No dia seguinte, e de novo na Auto via do Mediterrâneo, segui em direcção a Málaga, que por ser uma cidade muito grande, optei por não parar e deixar para uma outra ocasião.
Sempre junto ao mar, e continuando à procura de novos locais passei por zonas com praias muito bonitas, como Herradura e Castell de Ferro, sendo as praias desta zona de areia escura e grossa, o mar é calmo e apresenta uma tonalidade um azul turquesa lindíssima, a água é morna, é a chamada Costa Tropical.

 

 

Com Almeria a aproximar-se, a paisagem muda um pouco, para não dizer radicalmente. Esta torna-se muito rochosa, árida, montanhosa e seca. Começam a aparecer as imensas estufas um pouco por todo o lado, aliás fiquei um pouco perplexa com a quantidade de estufas que lá existe, nunca tinha visto nada igual, de facto são imensas e chegam a estender-se quase até ao mar, como é o caso de Roquetas de Mar.

 

 

Não é das paisagens mais bonitas, contudo, lá fui andando até que cheguei a uma zona natural protegida, a reserva natural de Cabo de Gata, onde pernoitei uma noite. O campismo escolhido foi o Camping Cabo de Gata perto de San Miguel de Cabo de Gata a alguns quilómetros de Almeria, um local muito tranquilo, quase desértico, mas de uma beleza ímpar. Para quem aprecia praias sossegadas e com imenso espaço para a toalhinha, a praia de Cabo de Gata, sobre a qual já escrevi, é fantástica.

http://www.campingcabodegata.com/en/

 

 

No dia seguinte a ideia era continuar o percurso em direcção ao destino final, no entanto, e depois de ter tido acesso a alguns panfletos que se encontravam na recepção do campismo, resolvi fazer um pequeno desvio para conhecer o maior deserto da Europa, ali bem pertinho, o deserto de Tabernas, palco de rodagem de imensos filmes ao estilo de Hollywood. E não é que valeu a visita, realmente esta zona é bastante interessante pois é possível visitar alguns dos cenários nos quais foram rodados filmes como Indiana Jones, Conan - o bárbaro, entre outros igualmente conhecidos (também já fiz post).

 

 

Continuando o percurso, agora em direcção a Cartagena, há a realçar as belíssimas praias que fui encontrando ao longo do mesmo, praias de areia escura que passam a branco com o aproximar da Costa Cálida, em concreto na cidade de Águilas.

 

 

Uma fantástica descoberta durante toda road trip foi mesmo a região de La Manga del Mar Menor. Uma estância balnear que gostei muito e com a particularidade de ser um pequeno e estreito pedaço de terra banhado por mar e uma imensa lagoa. Fiquei uma noite neste local, em concreto no Camping La Manga.

http://www.caravaning.es/

 

 

De La manga até Alicante, onde começa a Costa Brava, a paisagem é  de planícies verdes, onde se observam campos com diversas plantações.
Seguiu-se Alicante, embora a passagem pela cidade tenha sido rápida permitiu-me concluir que se trata de uma cidade muito bonita e charmosa, mas que ficará para uma nova oportunidade.
O dia e a road trip terminaram em Benidorm, uma das estâncias balneares mais conhecidas de Espanha, bem como uma das maiores e mais movimentadas. De facto, Benidorm é uma cidade muito completa para o turismo, com grandes e boas praias de areia fina e branca, e água muito calma e quente. A cidade possui edifícios super altos, alguns dos quais já foram considerados como dos mais altos da Europa. A paisagem circundante é composta por montanhas muito altas, áridas e secas. Aqui fiquei no Camping Villamar.

http://www.campingvillamar.com/

 

 

Fiquei apenas uma tarde e parte da manhã em Benidorm, foi pouco tempo, bem sei, mas ficou a certeza de lá voltar no ano seguinte. E assim foi, 2016 levou-nos de novo a Benidorm, para daqui seguir em mais uma road trip até em Lloret de Mar, e que brevemente darei a conhecer…

#Galeria